Tamanho do texto

Durante participação no "Programa com Bial", atriz de 75 anos ainda revelou sofrer de doença incurável: "Sacanagem do corpo"

Betty Faria marcou presença no "Programa com Bial", da GNT, e concedeu uma entrevista reveladora a Pedro Bial na noite de domingo (16). A atriz de 75 anos falou pela primeira vez sobre ser diagnosticada com artrite reumatoide, uma doença autoimune.

LEIA MAIS: Pedro Bial passa por cirurgia no coração às pressas: "Em breve estarei de volta"

Betty Faria e Pedro Bial
Divulgação/GNT
Betty Faria e Pedro Bial


"O budismo tem uma coisa assim: dos quatro sofrimentos da vida ninguém escapa. Nascimento, doença, velhice e morte. Então, eu tenho uma doença que não tem cura, que é artrite reumatoide, autoimune. Mas que sacanagem o corpo fez. Se é autoimune, o corpo fez. Se o corpo fez, como é que não desfaz? Ainda não descobriram", revelou Betty Faria .

De acordo com a atriz, a sua saída da Rede Globo influenciou na saúde de forma negativa. “Foi uma fase muito difícil, não deixei ninguém saber e isso gerou essa doença. Quando eu saí, achei que fosse enlouquecer. Foi tão violento, porque eu trabalhava todo o tempo e, de repente, eu não trabalhava mais".

LEIA MAIS: "Legalize já": famosos fazem campanha pela descriminalização da maconha

Durante o bate-papo, ela ainda admitiu ser usuária de maconha e afirmou não sofrer com os efeitos provocados pela erva. "Eu gosto de maconha, acho que não tem efeito nenhum. É uma mentira dizer que mexe com memória, porque eu fumei muita maconha e nunca tive problema de memória", disse. Ao relembrar a época de militante, ela revelou que usou outras substâncias: "Experimentei o LSD, mas já tinha uma filha para criar. Tive experiências, mas sempre honrei o papel de mãe".

Tieta

Ao relembrar sua trajetória na TV, Betty Faria disse que interpretar a personagm Tieta, da novela homônima, foi um dos maiores momentos de sua carreira. "Ela foi prostituta, mas chegou para fazer o bem, ajudar as pessoas, a mensagem que ela deu foi inovadora. Quem me deu [o papel] foi Zélia Amado. Ela disse que Jorge estava escrevendo um livro e, daqui alguns anos, o personagem principal ia ser perfeito para eu fazer", afirmou.

LEIA MAIS:  Aos 73 anos, Betty Faria admite plásticas: "Tive uma alergia horrorosa"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.