O ator Daniel Radcliffe resolveu se posicionar após a autora de “Harry Potter”, J.K. Rowlingfazer um comentário considerado transfóbico no último fim de semana. O astro, que ficou conhecido por interpretar o famoso bruxo no cinema, escreveu uma carta sobre o assunto e pediu para que as pessoas transexuais sejam tratadas com dignidade.  

Daniel Radcliffe
Reprodução/Instagram
Daniel Radcliffe fez uma carta falando sobre transfobia


Leia também: J.K. Rowling surpreende fãs com revelação sobre origem de "Harry Potter"

“As mulheres trans são mulheres. Qualquer declaração que vá contra a isso apaga a identidade e a dignidade das pessoas trans e vai contra a todos os conselhos dados por associações profissionais de saúde que têm muito mais experiência nesse assunto do que Jo [J.K. Rowling] e eu”, declarou Daniel Radcliffe no texto publicado no site do Trevor Project .

O ator deixou claro que não estava gerado uma briga com autora de Harry Potter e explicou que decidiu se posicionar por achar importante chamar atenção para a causa trans . A polêmica começou quando J.K. Rowling comentou que na frase “pessoas que menstruam” a palavra “pessoas” deveria ser trocada por “mulheres”.

Leia também: J.K. Rowling processa ex-funcionária por compras inusitadas com seu dinheiro

“Para todas as pessoas que agora sentem que sua experiência com os livros foi manchada ou diminuída, lamento profundamente a dor que esses comentários lhe causaram. Eu realmente espero que você não perca totalmente o que era valioso nessas histórias para você. Se esses livros lhe ensinaram que o amor é a força mais forte do universo, capaz de superar qualquer coisa; se eles lhe ensinaram que a força é encontrada na diversidade e que ideias dogmáticas de pureza levam à opressão de grupos vulneráveis”, acrescentou Daniel Radcliffe .

    Veja Também

      Mostrar mais