Tamanho do texto

A criadora de "Harry Potter" entrou na Justiça contra a ex-assistente Amanda Donaldson, que teria gasto dinheiro com animal de estimação e mais

J.K. Rowling, criadora de "Harry Portter" , entrou na Justiça para processar uma ex-funcionária. De acordo com ela, Amanda Donaldson , ex-assistente da escritora, teria gasto cerca de 24 mil libras em compras pessoais. As informações são do site BBC.

Leia também: Os 10 melhores tuítes de J.K. Rowling

J.K. Rowling, criadora de
Divulgação
J.K. Rowling, criadora de "Harry Potter", processa ex-funcionária

Ainda de acordo com a imprensa internacional, Amanda Donaldson, que trabalhou com  J.K. Rowling entre 2014 e 2017, teria gasto 1.636 libras, cerca de 8 mil reais, no Starbucks, 1.482 libras, o equivalente a 7,2 mil reais em um site de velas aromáticas, 5,8 mil reais para comprar dois gatos

Amanda foi demitida por má conduta e o processo pede a devolução de 23.696 libras, aproximadamente 116 mil reais, gastas no cartão de crédito corporativo em que a ex-assistente tinha acesso, como parte de seu trabalho. O caso deve ir a uma corte britânica ainda este ano.

Polêmica de J.K. Rowling

J. K. Rowling defendeu a participação do ator Johnny Depp em
Divulgação
J. K. Rowling defendeu a participação do ator Johnny Depp em "Animais Fantásticos e Onde Habitam".


Leia também: J.K Rowling defende escalação de Johnny Depp em "Animais Fantásticos"

No ano passado, a criadora de "Harry Potter" publicou um texto em defesa de Johnny Depp. O ator, que se envolveu em um caso de violência doméstica com sua ex-mulher, a atriz Amber Heard, foi muito criticado quando anunciado nos filmes da franquia. .K. foi muito criticada por não impedir a escalação do ator, ou se pronunciar a respeito. Porém, quando ela fez isso, o resultado não foi o esperado.

Por conta disso, Amber Heard se pronunciou a respeito do comunicado da autora, e não pareceu gostar muito do que J.K. escreveu. Ela postou em seu Twitter o comunicado que soltou na época de sua separação e disse que “escolher certas frases e citar elas fora de contexto não é certo”. Ela ainda completou: “mulheres, sigam firmes”.

Leia também: Amber Heard critica J.K. Rowling depois que autora defendeu Johnny Depp

O recado foi dado a J.K Rowling , que citou o “acordo firmado” pelos dois para proteger sua privacidade. Em seu texto a favor de Depp, J.K. declarou: “Os acordos firmados para proteger a privacidade de duas pessoas, que expressaram o desejo de continuar suas vidas, devem ser respeitados”. No filme baseado na obra de J.K., Depp interpreta o mago Grindwald. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.