O desfile da Grande Rio no Sambódromo da Marquês de Sapucaí de 2020 contará com uma ilustre estreia. Este ano, Glamour Garcia entrará na avenida ao lado do seu ex-colega de novela Pedro Carvalho com quem viveu um par romântico na novela “A Dona do Pedaço”. Apesar dos últimos acontecimentos envolvendo seu ex-marido, Gustavo Dagnese, a atriz transsexual não vê a hora de curtir uma das folias mais famosas do mundo e poder representar a comunidade LGBT na Sacupaí.

Leia também: Sem neuras, Fernanda Paes Leme fala de respeito, política e corpo para Carnaval

Glamour Garcia na Grande Rio arrow-options
Divulgação/TV Globo
Glamour Garcia

Glamour Garcia confessou ao IG Gente que está que não se aguenta. "Não sei muito bem o que eu espero, só sei que estou muito ansiosa. Esse convite da Grande Rio tem me deixado bastante eufórica, por isso, estou me preparando da melhor forma possível. Não faço ideia de como é desfilar na Sapucaí. Confesso que não vejo a hora de chegar, mas também estou me tremendo inteira de ansiedade", disse.

"Coração abalado"

Já no quesito pegação, contou que ainda não se recuperou dos últimos acontecimentos. Disse que está "com o coração bem abalado".  Mas confessou que as aguás podem rolar no Carnaval. "Ainda não estou muito aberta a conhecer novas pessoas, por conta deste momento tão complexo que aconteceu comigo. Mas, confesso que se der certo e conseguir, vou para a pegação", garantiu ela.

No início do ano, Glamour Garcia contou em seus Stories, no Instagram, que teria sido agredida pelo ex-marido, Gustavo Dagnese, por conta de um vestido. “Só porque eu queria usar um vestido e ele queria que eu colocasse um biquíni e arrebentei esse colarzinho dele de R$ 1. Me espancou de novo e saiu fugido, querendo levar até minhas coisas”, relatou ela na época.

De acordo com a global e outras ex-namoradas de Dagnese entrevistadas pelo Extra , ele sempre teve um comportamento agressivo e não suportava vê-las fazendo sucesso. Dias depois da denúncia, Glamour afirmou que essa não tinha sido a primeira vez que sofreu agressão. 

"Trazer isso a público não era o meu desejo, mas gravar os vídeos e postar nos Stories foram as formas de eu me comunicar com o público e de denunciar não só para o mundo como também mostrar a impunidade da qual eu não conseguia me ver livre. O episódio ficou menos drástico do que em outros momentos que aconteceram no fim do ano. Desta vez , eu não fui totalmente espancada como das outras vezes", disse à colunista Fabia Oliveira.

Glamour Garcia com o ex-namorado, Gustavo Dagnese arrow-options
Reprodução/Instagram/@glamourgarcia
Glamour Garcia com o ex-namorado, Gustavo Dagnese


Preparação para a folia

Além das feridas emocionais, ela tem cuidado do corpo para aguentar o ritmo do Carnaval da grande Rio que passará pela Sapucaí no próximo dia 23 com o enredo " Tata Londirá: o canto do caboclo no quilombo de Caxias ".  "Tenho me preparado, perdendo um pouco de peso, melhorando meu condicionamento físico. Acho que um desfile exige muito do artista e pretendo não só desfilar da melhor forma possível, mas também completá-lo para mim mesma e poder dizer assim: 'Eu consegui'."

Leia também: Gracyanne Barbosa critica comparações entre mulheres no carnaval: "Não tolero"

A atriz, que foi uma das grandes revelações da Globo em 2019 interpretando a personagem Britney, também falou sobre o sonho de poder ser rainha de bateria daqui alguns anos. "Acho que é um sonho que toda mulher e artista do meu nível almeja. Mas ainda é algo a se conquistar com os anos, preciso participar de outros desfiles para me preparar para poder assumir um título deste tamanho", contou ela.

A luta continua

Apesar da grande folia e alegria que o Carnaval remete, vale lembrar que ainda é um momento de respeito às diferenças e de manifestações culturais, por isso, a artista transsexual não esquece da sua bandeira e a mensagem que pretende passar durante a festa.

Glamour Garcia na Grande Rio arrow-options
Divulgação
Glamour Garcia na Grande Rio


Leia também: Alessandra Mattos é musa da Renascer de Jacarepaguá: "Mas meu coração é Estácio"

"Acho que a minha presença e a de outras artistas nos muitos eventos que vão acontecer no Carnaval no Brasil faz com que o nosso espaço da comunidade LGBT seja mais amplo. E espero que a gente leve discussões dos muitos assuntos que devem ser discutidos como: cidadania, direito, respeito e sobre a arte LGBT", disse Glamour Garcia .

    Veja Também

      Mostrar mais