O ano de 2020 promete ser cheio de mudanças para Angélica. Após passar um período longe da TV, a apresentadora se planeja para voltar à ativa, mais madura e disposta. Aos 46 anos, a loira conta que esse tempo fora da telinha foi fundamental para ela trabalhar seu lado emocional já que começou a trabalhar muito cedo e, até então, não tinha parado.

Leia também: Angélica revela que sofreu assédio aos 18 anos: "Tentou me agarrar"

Angélica arrow-options
Reprodução/Instagram/@angelicaksy
Angélica está na menopausa e descarta procedimentos estéticos


Leia também: Angélica confessa ter fingido orgasmo e admite recaída com ex-namorado

“Nos últimos anos, vivi coisas intensas, que me colocaram à beira dessa coisa da vida, o acidente de avião, a história com Benício. Agora, estou tendo tempo de contemplar e não de viver só. Porque viver é muito pouco. A vida é muito legal, mas a gente não presta atenção”, comentou Angélica a revista JP .

Durante a entrevista, a apresentadora falou das mudanças que sentiu no corpo com o passar do tempo. “Meu corpo foi se adaptando bem às idades e gosto de fazer exercício. Puxei meu pai que, aos 81, corre 12 km todos os dias. Para mim, meu melhor shape foi aos 28, 29 anos, porque você ainda tem o colágeno, as formas ainda estão aí. A maior transformação depois dos 40 foi a textura da pele, porque a gente vai ficando mais mole, se fica um mês sem malhar a coisa cai”, falou.

Leia também: Angélica revela data para voltar à TV: "Fase escancarada"

Angélica disse que o que tem sentindo mesmo são os efeitos da menopausa: “Já estou na menopausa e isso para mim foi o que mais mudou, porque a minha cabeça está a mil. Botox faço desde os 14, mas nunca fiz nenhuma intervenção no corpo. A minha primeira intervenção, você vai morrer de rir: foi colocar unha de gel”.

    Veja Também

      Mostrar mais