Tamanho do texto

Apresentadora da Globo, que é casada com Luciano Huck, falou da situação em entrevista a uma revista; atualmente ela está no ar em uma novela

Famosa desde criança, Angélica, que está no ar em "A Dona do Pedaço", novela da Globo , revelou que sofreu assédio quando tinha 18 anos. Em entrevista à Marie Claire ,  a apresentadora disse que o contrangimento aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos. 

Leia também: Leia também: Angélica dá bronca em Huck durante programa

Angélica arrow-options
Divulgação
Angélica


Leia também: De férias com Luciano Huck, Angélica se aventura no metrô de Nova York

“Teve uma história uma vez quando tinha 18 anos. Era Natal, estava em Nova York com meus pais e um conhecido apareceu no hotel com uma cara de louco, dizendo que queria conversar. Neguei. Entrei numa limusine, ele veio atrás. Tentou me agarrar à força. Empurrei, bati nele e saí do carro. Demorei a perceber o que aconteceu. Foi uma situação bem escrota, deu pra sentir como deve ser difícil quando você não tem força para reagir”, contou Angélica  sobre o assédio sofrido.

Leia também: Aos 44, Angélica posa sensual, exibe pinta na perna e lembra de momento família

A apresentadora da Globo ainda falou sobre o casamento com Luciano Huck e os boatos, durante as eleições do ano passado, de que ele teria uma filho fora do casamento. “Na gravidez da Eva, fiquei de repouso e ele continuou a vida: viajava, ia a festas, eventos de trabalho. Disseram que estávamos nos separando, depois inventaram que ele tinha um filho com uma pessoa que ele nem conhecia. Soube disso depois, as pessoas me pouparam. Estamos preparados para fake news. Somos cúmplices e parceiros. Essas coisas não nos abalam, mesmo”, esclareceu Angélica .