Tamanho do texto

Estrela de "A Dona do Pedaço" na pele da influencer Vivi Guedes, Paolla Oliveira revela seu processo de criação para cada personagem que interpreta

Roubando a cena em “A Dona do Pedaço” como a influencer bombadíssima na web Vivi Guedes, Paolla Oliveira faz sucesso por onde passa e desta vez não poderia ser diferente. Em entrevista ao jornal O Globo , a atriz conta que, para cada trabalho, costuma pensar em músicas, cheiros, cores, energia e até astrologia em seu processo de criação.

Leia também: Bianca Bin detona internauta que disse para tomar cuidado com Paolla Oliveira

Paolla Oliveira
Reprodução/Instagram
Paolla Oliveira


“Adoro dar signos para os meus personagens. Vivi, com certeza, é escorpião com ascendente em áries”, define Paolla Oliveira. No entanto, as duas possuem personalidades (e signos também) completamente diferentes e o ponto comum é que são “mulheres seguras e livres”.

“Sou áries com gêmeos. O meu ascendente me dá essa coisa sensorial, sabe? Gosto que não me façam tantas perguntas, que me deixem viver. Viver já está tão complicado”, diz.

Leia também: Paolla Oliveira fala sobre suposto vídeo íntimo: "Vou atrás dos culpados"

Mais discreta do que Vivi Guedes , a morena afirma que está se encaixando ao estilo da influencer, que sempre aparece em cenas sensuais em “ A Dona do Pedaço ”. “Estou cultivando a marquinha de biquíni da Vivi na piscina da minha casa. Pode reparar que ela é fininha dos lados, mas é grande no bumbum”, declara.

Batizada Caroline Paola Oliveira da Silva, a estrela global afirma que adora numerologia e duplicou a letra “L” do segundo nome. “Sou muito feliz desde então. Se por acaso não der mais certo, tiro o segundo ‘L’. Sou muito descomplicada”, declara.

Leia também: Paolla Oliveira e Nathalia Dill são tiros certeiros de Walcyr Carrasco

E o jeito despojado de levar a vida vem da análise e do teatro. “Acho que todo mundo tinha que fazer análise e curso de teatro. São lugares onde aprendi a me ver, a me reconhecer. O teatro me fez ver que há um lugar em mim que pulsa. E a análise? Bem, falto mais do que vou. Mas vou, há oito anos”, encerra Paolla Oliveira .