Tamanho do texto

A atriz já revelou que votará em Bolsonaro e deu entrevista o defendendo

Regina Duarte, uma das personalidades que apoia Jair Bolsonaro , defendeu o candidato durante uma entrevista para o jornal "O Estado de S. Paulo". A atriz afirmou qu ea fama do presidenciável de machista, racista e homofóbico é apenas um humor ultrapassado.

Leia também:Em vídeo vazado, Luciana Gimenez festeja vitória de Bolsonaro no "SuperPop"

Jair Bolsonaro e Regina Duarte
Reprodução/Instagram
Jair Bolsonaro e Regina Duarte


De acordo com Regina Duarte , a decisão de apoiar Jair Bolsonaro não foi instantânea. “Eu estava ‘no armário’, e meu filho mais novo começou a me contestar: já que sempre fui uma pessoa democrática, aberta, justa, como eu podia me fechar no conceito de que Bolsonaro é bruto, tosco, ignorante, violento”,  contou ela.

Leia também:  Caetano entrevista Roger Waters, que compara Bolsonaro a Trump

A artista lembrou de quando conheceu o candidato. "Quando conheci o Bolsonaro pessoalmente, encontrei um cara doce, um homem dos anos 1950, como meu pai, e que faz brincadeiras homofóbicas, mas é da boca pra fora, um jeito masculino que vem desde Monteiro Lobato, que chamava o brasileiro de preguiçoso e que dizia que lugar de negro é na cozinha”, contou.

O problema é que as declarações de Regina acabaram dividindo opiniões nas redes sociais e enquanto algumas pessoas apoiaram a atriz, outras a criticaram. Veja a repercussão?








Leia também: Ex-global vê machismo e hipocrisia em críticas de José de Abreu a Regina Duarte

Recentemente, Zé de Abreu usou o Twitter para criticar a postura política de Regina Duarte após a atriz divulgou em seu Instagram referente a um benegício criado para familiares de presidiários. Ele já havia comentado em uma foto onde Regina aparece ao lado do candidato Jair Bolsonaro afirmando que Duarte estava "se afundando".