Tamanho do texto

De acordo com a CNN, o pacote estava no sétimo andar do prédio onde funciona a produtora do ator, a Tribeca Productions, em Nova York; confira

A Polícia de Nova York investiga na manhã desta quinta-feira (25) um pacote suspeito enviado a Roberto De Niro, em um imóvel no bairro de Tribeca. De acordo com a CNN, fontes policiais informaram que o pacote estava no sétimo andar do prédio onde funciona a produtora do ator .

Leia também: Após Tony Awards, Donald Trump rebate De Niro: "Uma pessoa de QI muito baixo"

Polícia investiga pacote suspeito enviado a produtora de Robert De Niro
Reprodução/Instagram
Polícia investiga pacote suspeito enviado a produtora de Robert De Niro














Ainda de acordo com a CNN, o pacote suspeito enviado ao ator  Robert De Niro é semelhante aos que foram enviados à Hillary Clinton e ao ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama na última quarta-feira (24). Eles foram interceptados pelo Serviço Secreto americano.

Leia também: Robert De Niro volta alfinetar Trump:"Se ele entrar em meu restaurante, eu saio"

Visualizar esta foto no Instagram.

Waking up to a freeze zone

Uma publicação compartilhada por EXECUTIVE PROTECTION (@brooklyn3.19) em


Leia também: Robert De Niro detona Donald Trump: "Eu gostaria de socá-lo no rosto"

Além de Robert De Niro , Obama e Hillary Clinton, personalidades como John Brennan (ex-diretor da CIA), Debbie Wasserman-Schultz (deputada democrata pela Flórida) e Maxine Waters (deputada democrata da Califórnia) também receberam pacotes com dispositivos que aparentavam ser explosivos, mas nenhum deles chegou a explodir.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.