Tamanho do texto

Ator, produtor e cineasta, de 74 anos, protestou contra o líder mundial durante a maior premiação de teatro dos Estados Unidos; leia e entenda

Nesta terça-feira (12), o presidente dos Estados Unidos Donald Trump rebateu em sua conta no Twitter o protesto feito pelo ator Robert De Niro durante a entrega dos prêmios Tony Awards, cerimônia que premia os melhores do ramo teatral, nesta segunda(11).

Leia também: Robert De Niro revela que filho tem autismo

Donald Trump responde protesto de De Niro no Twitter
Montagem / Divulgação
Donald Trump responde protesto de De Niro no Twitter

“Robert De Niro, uma pessoa de QI muito baixo, recebeu muitos socos na cabeça de verdadeiros pugilistas em filmes. Eu o vi ontem a noite e realmente acredito que ele pode ter levado muitos socos na vida”, publicou Donald Trump em seu perfil no microblog.

Leia também: Robert De Niro volta alfinetar Trump:"Se ele entrar em meu restaurante, eu saio"

Em pouco tempo de sua postagem, a publicação do líder mundial já possui inúmeros likes e múltiplos retweets.

Robert De Niro no Tony Awards

Robert De Niro no Tony Awards
Divugação Youtube
Robert De Niro no Tony Awards

Para quem não sabe, nesta segunda-feira (11) o ator Robert De Niro fez um protesto contra Trump durante a maior premiação de teatro americana.

Ao subir no palco De Niro disparou: “Eu vou dizer uma coisa: Foda-se Trump!", afirmou erguendo os punhos durante seu protesto. A multidão reunida no Radio City Music Hall de Nova York aplaudiu de pé. "Não é mais 'Abaixo Trump', é 'Foda-se, Trump'!", completou o ator.

Nos momentos seguintes, o canal americano CBS , que transmitia a cerimônia, cortou o áudio da manifestação, graças ao atraso de alguns segundos. O procedimento é adotado, justamente, para dar margem de segurança no caso de acontecer algum imprevisto.

No entanto, para alegria dos internautas, o canal do portal americano The Guardian , no YouTube, mostrou o momento exato e manteve o vídeo sem cortes. Confira:


Trump e De Niro: Uma História Antiga

O ator declarou seu apoio à campanha da secretária de Estado.
Divulgação
O ator declarou seu apoio à campanha da secretária de Estado.

Esta não foi a primeira vez em que Robert De Niro se posicionou contra Trump. Em maio, ele havia dito que sairia do recinto se o presidente entrasse em uma das unidades da rede de restaurantes Nobu, que o ator gerencia junto com o chef japonês Nobuyuki Matsuhisa.

"Eu não ligo para o que Donald Trump gosta. Se ele entrar em um dos meus restaurantes, eu me levanto e saio", declarou o também diretor e produtor em Marbella, no sul da Espanha, ao ser perguntado em coletiva de imprensa que prato serviria a Trump.

Leia também: Robert De Niro detona Donald Trump: "Eu gostaria de socá-lo no rosto"

Após o contra ataque de Donald Trump , a imprensa e os internautas aguardam ansiosamente o próximo protesto do ator Robert De Niro, que ainda não voltou a se posicionar sobre o assunto depois do Tony Awards.

    Leia tudo sobre: Donald Trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.