Tamanho do texto

Modelo internacional Aline Martins falou sobre o movimento #Metoo no Brasil durante bastidores de um ensaio. Confira aqui o que disse a modelo

O movimento chamado #Metoo contra assédio e agressão sexual teve uma grande repercussão no mundo todo, mas no Brasil não foi muito comentado. Em entrevista, a modelo Aline Martins, que mora em Los Angeles, falou sobre a mudança de comportamento em Hollywood e sobre o movimento no Brasil.

Leia também: Miss Bumbum vira assunto entre americanos durante entrevista

Aline Martins
Divulgação | CO Assessoria
Aline Martins



Segundo Aline Martins , aconteceu uma mudança de comportamento das pessoas após muitas mulheres denunciarem diretores de cinema de assédio e afirmou que o Brasil é um país machista: “O Brasil é um país machista, o #Metoo nunca aconteceria no Brasil por causa dessa cultura patriarcal. Pode ver que nenhum artista ou cantor brasileiro disse algo”, disse a modelo.

Leia também:   Aline Martins, ex-afair de DiCaprio, fará cerimônia do Miss Bumbum
O movimento #Metoo mobilizou muitos artistas estrangeiros para combater o assédio sexual. Para a modelo, as mulheres precisam se unir para combater o abuso e também afirma que as mulheres brasileiras tem a cultuira de se calar: “Não se calem, denunciem, acredito que a mudança só depende de nós”.

Aline Martins revela que está se preparando para voltar ao Brasil: “Gostaria de estar no Brasil para poder falar sobre isso com o nosso próprio povo, mas em breve eu estarei por lá e estou me preparando”, disse ela.

Aline Martins vira assunto entre americanos

Aline Martins, repórter do Miss Bumbum, em entrevista em Los Angeles
Divulgação | CO Assessoria
Aline Martins, repórter do Miss Bumbum, em entrevista em Los Angeles



Muitos sabiam da existência do concurso, mas não entendiam que sua organização era real e estranharam Aline como repórter e apresentadora: “Muitos questionaram o porquê de eu ser a apresentadora, já que o meu tipo físico não é para o concurso e sim para passarelas, mas estou feliz em fazer parte da diversidade proposta para essa edição”, disse a modelo. 

Leia também: Nudes e textos bíblicos: Miss Bumbum inspira todo tipo de assédio a candidatas

Aline Martins ainda se surpreendeu com algumas respostas dos entrevistados:“Uma das pessoas que entrevistei ficou de boca aberta com o concurso. Outros nem ficaram tão impressionados, porque já conheciam a fama dos bumbuns das brasileiras, coisa que só a gente tem e me orgulho muito disso”, completou a modelo. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.