Antônio Petrin e Murilo Benício como Tenório em 'Pantanal'
Reprodução - 31.05.2022
Antônio Petrin e Murilo Benício como Tenório em 'Pantanal'

Antônio Petrin, ator que viveu Tenório na primeira versão de "Pantanal", conta que teve sua casa em Santo André, São Paulo, apedrejada por causa da cena em que Tenório castra Alcides.

Em outra ocasião, estava em uma loja de souvenir no aeroporto de Campo Grande (Mato Grosso do Sul) quando duas senhoras partiram para cinema dele e tentaram lhe dar bofetadas. Se não fosse Ângela Leal sair em sua defesa, tinha apanhado. "Nunca pensei que as pessoas pudessem vir a me agredir", diz Petrin.

Ângelo Antônio, o Alcides da primeira versão, também comentou a cena. Na época, a vingança foi muito comentada, e não só pela audiência. "Pantanal" foi a primeira novela de Ângelo.

"Foi assustador. A gente não acreditava (que ia fazer a cena). Lembro de ser um momento de muita surpresa e impacto. Imagina isso no ar naquela época?", disse. 

Alguns capítulos depois, Alcides mata Tenório com um golpe de espada. "Houve um efeito especial, mas eu enfiava a zagaia num boneco", relembra. O personagem revela a Bruaca que seu órgão genital não foi, de fato, atingido na hora da castração. Ângelo acha que essa reviravolta, na verdade, foi uma resposta à comoção do público.

Relembre história

Tenório é um vilão rural, diferente dos vilões que os fãs de novela costumam ver desfilar pela TV. Na versão que foi ao ar em 1990, protagoniza uma das cenas mais emblemáticas de "Pantanal".

Tenório prende Alcides e Maria Bruaca (vivida por Isabel Teixeira atualmente) e, enquanto a mulher está com as mãos amarradas, Alcides (Juliano Cazarré é o intérprete do personagem no remake) está pendurado pelos braços.

O vilão, então, esquenta uma faca no fogo e direciona a arma até a genitália do peão. Após gritos de dor, Alcides desmaia. Maria Bruaca se desespera e luta contra Tenório. Apesar da castração (que depois se descobre que não deu muito certo), os dois conseguem escapar com vida.

Em recente entrevista ao GLOBO, o autor do remake, Bruno Luperi, não negou e nem afirmou que a cena estará na nova versão da novela.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários