Bruno Suzano e Edu Porto interpretam Lessér e Finéias
Reprodução/Record - 16.03.2022
Bruno Suzano e Edu Porto interpretam Lessér e Finéias


A nova superprodução da Record já tem uma data confirmada para estrear. "Reis" vai ao ar em 22 de março, contando a história de Israel quando era governada pelos últimos juízes, até o surgimento dos primeiros reis. Dividida em temporadas, a série tem o primeiro ciclo intitulado de "A Decepção".

Detalhes sobre a novidade foram divulgados em coletiva de imprensa realizada em São Paulo. O iG Gente esteve presente no evento e conversou com alguns atores nos bastidores para entender os desafios da nova série.

Elenco de
Foto: Isabela Frasinelli - 16.03.2022
Elenco de "Reis" celebra nova série da Record em coletiva de imprensa



Após assistir pela primeira vez às cenas da produção, Edu Porto, que vive Finéias na trama bíblica, relatou a felicidade que sentiu ao lado de Bruno Suzano, que interpreta o filisteu Lessér. “Querendo ou não, quando a gente grava, a gente não sabe como vai ser a entrega, a edição e a finalização. A gente se entrega completamente de corpo e alma. A gente chega em casa sem energia, porque a gente dá tudo da gente”, conta Porto.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre as celebridades, "BBB" e muito mais! 

“É uma grata surpresa. Quando a gente tá gravando, a gente não tem a sensação do que está por vir no ar. A gente se joga, se dedica, se prepara, dá o máximo… Mas agora que a gente tá vendo esse resultado, é uma grata surpresa”, completa Bruno.

Leia Também

Leia Também

Bruno Suzano e Edu Porto interpretam Lessér e Finéias
Foto: Isabela Frasinelli - 16.03.2022
Bruno Suzano e Edu Porto interpretam Lessér e Finéias


É de se esperar que o elenco fique surpreso com esse resultado final, já que muito trabalho aconteceu por trás das cenas até chegar no conteúdo que vai para a TV.  Para Bruno Suzano, as cenas de batalha foram as mais desafiadoras de gravar: “O maior desafio, no meu caso, foi andar a cavalo e as lutas de espada. Todo esse processo físico antes da gente começar a gravar foi a parte mais difícil”.

Anderson Souza, diretor de teledramaturgia da Record, conta que a pós-produção foi de extrema importância para “Reis”. “A gente teve um grande desafio, diferente das outras novelas bíblicas, porque a gente começou a produzir no meio do ápice da pandemia. A gente ficou muito limitado a gravar dentro do país. Graças a essa parceria com a [produtora] Casablanca, eles renovaram o parque de pós-produção para nos atender neste projeto”, afirma.

“A gente usou muito recurso de pós-produção. A Casablanca tem um software de inteligência artificial onde a gente consegue retratar de forma muito realista exércitos, batalhas, cidades cenográficas, vales rios… É com esse tipo de recurso que a gente tá conseguindo desenvolver o trabalho”, completa.


Ainda vale destacar que 22 mil peças de novos figurinos foram criadas para integrar o universo de “Reis” e entregá-lo com precisão levando em consideração a história real. No caso de Edu Porto, esse elemento da "atemporalidade" foi o seu maior desafio.

“É uma história bíblica, a gente está retratando muitos anos antes de Cristo. Então primeiro a gente tem que aterrar, entender esse espaço, universo e atmosfera para começar a estudar em cima disso”, conclui o ator.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários