Sonia Abrão criticou Jade Picon e discurso de Tadeu Schmidt
Reprodução/Rede TV! - 09.03.2022
Sonia Abrão criticou Jade Picon e discurso de Tadeu Schmidt


Sonia Abrão fez duras críticas ao jogo de Jade Picon no 'BBB 22'. A apresentadora do 'A Tarde é Sua' também criticou o discurso de Tadeu Schmidt e disse que o apresentador do reality show poderia "colocar o dedo na ferida e rasgar", além de falar que ela perdeu o carinho do público pela perseguição a Arthur Aguiar. 


"Quem escreveu o discurso não quis colocar o dedo na ferida e rasgar. Não quis fazer um discurso que servisse de exemplo sobre comportamento, sobre quem sabe ganhar, quem não sabe perder ou até quem não sabe ganhar", comentou. 

Ela então falou o que esperava ouvir de Tadeu Schmidt. "O porquê da votação de 84,83% para a Jade, que era uma jogadora que era um exemplo, tinha chances de chegar até a final, como o Arthur. Eram as duas únicas figuras que se salvavam nesse jogo até a entrada do Gustavo que promete correr por fora. Como tudo mudou em 30 segundos de uma defesa? Como isso acabou com o estrelismo da Jade, derrubou ela da preferência do público como uma provável campeã do público", afirmou.

"Esse deveria ser o mote do discurso, como que você pode cerrar o seu próprio galho? Como que alguém com um bom jogo, estrategista, pode ser atropelado pela própria vaidade, prepotência, arrogância, por um nariz empinado, por uma perseguição a um colega, pela necessidade de humilhar e desqualificar quem é o seu rival, como em um jogo você não pode se deixar dominar por certos tipos de paixão", disse.

Sonia então diz que o comportamento de Jade era negativo para o jogo e para ela. "Esse tipo de coisa não pode estar presente em uma competição, porque é negativo e faz mal a pessoa, em segundo, o público percebe e não vai te deixar ficar, em terceiro, a decisão é de quem assiste, não de quem está lá dentro", comentou. 

Leia Também

Durante a fala, Sonia Abrão também afirmou que Jade Picon foi dissimulada e considerava os amigos do quarto Lollipop inferiores a ela. "A Jade, inclusive, disfarçou as emoções, foi dissimulada, zombou, debochou de participantes mas principalmente no foco que é o Arthur, não adianta ser um bom jogador se você é uma pessoa fria, não passa calor humano, não passa solidariedade", disse.

"Ela se colocou em um pedestal, ela tratava até os amigos no mesmo quarto, como inferiores a ela. Laís, Larissa e Eslô a tratavam como abelha rainha, Jade tratava ela como servas. Muita coisa do jogo reflete um comportamento que a pessoa tem no dia a dia, onde quer que esteja", comentou.

Então, ela voltou e fez mais críticas ao discurso de eliminação. "O cerne do discurso do Tadeu deveria ser esse, o que faz um bom jogador, mesmo não sendo o melhor estrategista, como uma pessoa pode se derrubar usando os mais carentes e mais necessitados em próprio benefício", disse.

Sonia Abrão também relembrou que Fiuk perdeu o vice-campeonato por um discurso semelhante ao de Jade Picon. "Foi isso, junto do caldeirão de emoções negativas em função da perseguição ao Arthur. Foi um flagrante que aquilo era uma chantagem emocional, um engodo, uma politicagem. Isso pegou extremamente mal, vemos o Fiuk perder o vice-campeonato do 'BBB' de pobre menino rico, ele poderia ser vice, era dele, não era da Camila", concluiu. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários