Vyni apresentou sintomas de Covid-19
Reprodução/Globo
Vyni apresentou sintomas de Covid-19

Globo testou todos os participantes do "BBB 22" na tarde desta quinta-feira, dia 3, para saber se há algum infectado ou não pela Covid-19. O objetivo é prezar pela saúde dos confinados e, assim, conseguir tomar todas as medidas de precaução necessárias.

Lidar com a estrutura de um programa 24 horas ao vivo, em que os humanos são o material principal, é um desafio. Desde o início da pandemia, versões do "Big Brother" ao redor do mundo tomaram medidas distintas em relação ao destino das atrações. A oitava temporada do reality show canadense, por exemplo, foi cancelada no fim de março de 2020, quando ainda restavam 12 competidores. Na época, não se tinham ainda tantas informações sobre o coronavírus.

"'Big Brother Canada' é feito de amor por muitas pessoas e, por mais que doa dizer adeus à temporada, é a coisa certa a se fazer. Neste momento, 'Big Brother Canada' não tem planos de retomar a produção até a presente data", disse a emissora canadense em comunicado oficial. No ano seguinte, o programa teve a nona temporada exibida normalmente. E a décima edição, para 2022, segue confirmada com estreia prevista para março.

No mesmo ano, o "Big Brother" italiano antecipou o encerramento da edição em duas semanas. Como medida inédita, a competição, que teve a modelo brasileira Dayane Mello entre os confinados, autorizou que todos ligassem para os familiares.

Leia Também

No Brasil

Enquanto isso, no Brasil, coube a produção do "BBB20" entrar em contato com todos os familiares dos confinados para saber se estavam bem e se prevenindo contra o coronavírus. Ao vivo, um infectologista foi convidado para tirar dúvidas dos participantes. Os cuidados com as equipes foram redobrados e o programa, que teve Thelma Assis como a campeã, seguiu sem problemas.

A edição do "BBB 21" também transcorreu sem participantes infectados pela doença. Já na edição 2022, o avanço da variante Ômicron, mudou os planos da emissora logo no início do programa. Ainda no hotel, Arthur Aguiar, Linn da Quebrada e Jade Picon foram infectados pelo coronavírus e permaneceram confinados por mais tempo. Na dinâmica, eles não foram afetados.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários