Rodrigo e Vyni conversam na cozinha
Reprodução/TV Globo
Rodrigo e Vyni conversam na cozinha

Rodrigo foi repreendido por outros brothers na madrugada desta sexta-feira (21) no "BBB 22". O gerente comercial estava deitado se preparando para dormir e lembrou de uma história contada por Eliezer envolvendo uma travesti, mas usou a palavra "traveco", um termo preconceituoso e ofensivo para se referir a travestis e mulheres trans.

"Eli, estou tentando dormir, mas estou lembrando do pinto do traveco que você ficou com medo", disse Rodrigo. "Traveco não", interrompeu Vinicius. "É, isso aí já não é uma coisa legal que você está falando", completou Maria. O gerente comercial pediu desculpas e disse não saber que o termo é ofensivo.

Após o ocorrido, Rodrigo levantou-se e foi à área externa da casa conversar com Pedro Scooby e Vyni, que escutaram o brother se lamentar e desculpar. Eles o aconselharam a conversar com Linn da Quebrada depois, pois ela é a melhor pessoa na casa para ajudá-lo a entender o erro.

Vinicius também explicou para Rodrigo que o termo é pejorativo e não deve ser usado. "Não acredito que as pessoas vão ver isso como uma ofensa propriamente dita, mas como uma fala que foi inadequada e que agora não vai mais existir", disse o cearense.

"Não vai. Você me deu uma aula e eu não vou falar nunca mais. O que mais dói é as pessoas se sentirem ofendidas com uma fala inútil, que era 'normal' na minha bolha, mas que é ofensivo. É inaceitável", respondeu Rodrigo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários