Vyni disse que pensava que
Reprodução/BBB/Globo
Vyni disse que pensava que "gays não iriam para o céu"


Gil do Vigor prestou apoio a Vyni, participante do grupo 'pipoca' do 'BBB 22'. O cearense de 23 anos contou em conversa com Rodrigo e Eslovênia que a homossexualidade dele nunca foi aceita na igreja que frequentava. Ele lembrou da fala que ouviu no templo. 

“Conforme foi passando o tempo e que fui me percebendo como eu sou, fui percebendo uns olhares diferentes para mim. Aquela pessoa que você admirava, e que sonhava em um dia estar lá na frente, pregando para várias pessoas, aquela pessoa chegar para você e dizer: ‘O que você está fazendo aqui? Deixa eu só entender? Nada do que você faça aqui dentro, vai mudar o fato que você não estará no Reino do Céus.’ Isso me dói até hoje", contou.

Vyni questionou o porquê de ser condenado ao inferno. "Não fiz nada na vida para receber nada em troca. Não faço nada esperando que você me dê nada em troca. Só por isso fui condenado a ir para o inferno? ”, disse Viny.

Pelas redes sociais, Gil do Vigor, que já falou sobre o preconceito que sofria por parte da comunidade religiosa que fazia parte, prestou apoio a Vyni. 

“Eu passei a mesma coisa Vyni e entendendo bem como é difícil achar que Deus não nos ama por ser quem somos mas seguiremos nossa fé porque Deus nos ama e nos amará para sempre pois Deus é amor!”, disse no Twitter. 


Leia Também

Também nas redes sociais, fãs do programa prestaram apoio a Vyni e comentaram sobre o preconceito que algumas religiões exercem sobre a comunidade LGBTQIA+. Live sobre 'BBB'




 Live sobre 'BBB'

Quer saber tudo sobre o 'BBB 22'? Então fique ligado nas lives semanais do iG Gente no YouTube e Facebook! A live tem a participação de Thiago Calil, editor-chefe do iG; Gisele Alquas, editora do iG Gente; Gabriel Perline, colunista do iG; e Kadu Brandão, repórter do iG Gente. As transmissões serão realizadas nas quartas, ao 12h. Assista a live completa de estreia:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários