Maria Rita, filha de Elis Regina
Instagram
Maria Rita, filha de Elis Regina

Quando Elis Regina morreu, em 1982, Maria Rita tinha apenas quatro. Quase 40 anos após a partida da estrela da música, sua filha abriu o coração sobre como foi enfrentar a morte da mãe, mesmo com tão pouca idade. "Era confuso, porque eu não entendia o que era morrer. Achava que tinha acontecido alguma outra coisa. Achava que tinha alguma coisa errada, fora da ordem ali. Foi confuso também porque pintavam que estava tudo bem, normal, e isso alimentava minha sensação de confusão. Isso num viés de uma criança que perdeu a mãe cedo", confidenciou ela, em participação no "Drag Me As a Queen", do canal E! que foi ao ar na terça-feira (21) .

"Eu achava que ela tinha ido embora. Foi um negócio confuso até eu entender de fato. Aí depois foi a confusão de como ela morreu, aí bagunçou a cabeça mais ainda, eu tinha uns 12 anos", continuou Maria Rita, em conversa com as dras Penelopy Jean, Ikaro Kadoshi e Rita Von Hunty.

Elis Regina morreu aos 36 anos. À época, ela foi encontrada desacordada em casa pelo, então, namorado Samuel MacDowell. Apesar de ter sido socorrida, ela não resistiu. O laudo do Instituto Médico Legal apontou que a causa da morte teria sido intoxicação por cocaína e álcool. Familiares tentaram contestar, mas o caso foi arquivado. Mesmo com pessoas próximas não crendo em overdose, foi essa versão que chegou até Maria Rita, que não nega seus sentimentos. "Senti muita raiva, porque eu julguei a minha mãe. A forma como ela morreu não tá certo, todo mundo sabe que isso é errado. Tá em tudo quanto é anúncio de campanha de televisão, capas de revistas. Então entrei num conflito de 'como assim, isso aconteceu tão perto de mim', sabe? Até eu entender o que é. É sempre um processinho, com o tempo. Eu guardava muito, interiorizava muito", revelou.

Após uma infância e adolescência conturbada, na vida adulta Maria Rita passou a adotar um olhar mais compreensivo em relação à mãe. "[Minha visão sobre a minha mãe] Mudou. Ela ficou maior e mais incrível. Eu me perguntava como ela fazia isso", contou a cantora. Os episódios de "Drag Me as a Queen" vão ao ar às terças, às 22h50, no E!.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários