Datena
Reprodução Band
Datena

José Luiz Datena  cobrou o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, na segunda-feira (05), durante o "Brasil Urgente" . À situação, o apresentador mostrou supostos membros do PCC mandando fechar um baile funk por conta da aglomeração.

Nas cenas, um homem surge dando tiro para cima em um bairro de São Paulo. Ao citar ação dos suspeitos, Datena questionou o delegado. "Meu amigo Nico, o que você acha dessa história? O crime organizado dispensou um baile funk... A intenção era melhor das possíveis mas como pode um criminoso tomar papel do Estado? Isso é uma brincadeira ou estou enganado?".

Em resposta, Osvaldo Nico disse que a polícia está fazendo seu trabalho e que não tinha ciência sobre supostos membros do crime organizado estarem fechando bailes.

"Datena, eu não tenho esta notícia. A notícia que tenho é a notícia que a Polícia Civil de São Paulo, na sexta, sábado e domingo, nós fechamos vários eventos", respondeu o delegado.

Inconformado, Datena puxou a orelha do chefe da polícia. "Você não tem a notícia? A notícia está aqui, olha aqui! Você pode não ter a notícia do que aconteceu, mas que aconteceu, aconteceu. A notícia quem dá é a imprensa, não a polícia. Olha lá os caras, isso aí é crime organizado ou é alguém da Polícia Civil que está aí (na gravação)? Você não tem a notícia porque você não está assistindo ao nosso programa", disse.

"Nós estamos dando a notícia que um agente do crime organizado foi lá fechar o baile funk, fechou na bala. Se você não tinha notícia, eu estou te dando notícia. Então analisa bem a notícia, eu acho que isso é o crime organizado roubando a função do Estado. A notícia está dada. Primeiro, pensa no que você vai falar, até porque você é um dos grandes delegados que a gente tem aqui em São Paulo", completou Datena. Assista ao vídeo (a partir de 51:40).


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários