Isis Valverde como Ritinha em
Globo/Reprodução
Isis Valverde como Ritinha em "Amor de Mãe"

Regina Casé e Isis Valverde, que interpretam as personagens Lurdes e Betina em "Amor de Mãe" compartilharam suas experiências sobre as gravações que aconteceram em meio a pandemia abordando a onda do novo coronavírus. Em live no perfil oficial da Globo, Regina Casé disse que no começo estranhou a ideia.

"Eu fiquei um pouco receosa na época em que voltamos a gravar. Ficava me perguntando 'nossa, será mesmo que tínhamos que colocar a pandemia na novela? As pessoas já estão sofrendo tanto'. Mas agora estamos ainda piores do que naquela época. E nós achávamos que quando a novela retornasse, tudo já teria passado", disse a atriz de 67 anos.

Na entrevista, Isis falou sobre as dificuldades para fazer as cenas de Betina, que é médica e estava na linha de frente da Covid-19.

"Eu me arrepiava. Que loucura ver aquelas pessoas entubadas. Eu não ia aguentar na vida real. Eu saía da gravação exaurida. Os médicos possuem uma força incrível, você se autodestrói no ambiente. Você vê famílias perdendo entes queridos. E eu senti tudo. Quando eu faço um personagem, tento trazer tudo para ele. Eu gosto de sentir desde sempre. Fica todo o meu respeito, a minha gratidão aos médicos. Essas pessoas fazem muito por nós", disse ela, aproveitando para agradecer os profissionais de saúde.

A atriz também revelou que teve a ajuda de uma amiga próxima para fazer a personagem, a madrinha do seu filho de 2 anos, que é médica em Belo Horizonte.

"Chorei muito, foi muito emocionante. Ela não tem vergonha de falar as coisas, somos próximas. Ela não conseguia conversar do hospital, precisou ir até o carro. Foi uma conversa pesada. Ela dizia que as cenas vistas eram muito fortes e ela não podia deixar as pessoas. Precisava ajudar", compartilhou Isis.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários