Kerline contou detalhes ao GShow sobre a participação na casa
Reprodução Globo
Kerline contou detalhes ao GShow sobre a participação na casa


Kerline aos poucos entende o que não conseguiu ver confinada no Big Brother Brasil 21, mas já consegue olhar as intenções dos participantes. Ela contou ao GShow que faria diferente se tivesse uma segunda chance de continuar no BBB 21. 


"Queria ter mostrado a pessoa alegre que sou. Meu psicológico ficou extremamente abalado pelas situações que passei, ouvi xingamentos pavorosos", disse. Mas ela agradeceu por não ter dado tempo de abrir a sexualidade no programa. 

Se ganhasse o prêmio, Kerline sabia o que fazer . "Com o prêmio, eu pagaria as minhas dívidas. Estou devendo a Deus e o mundo", disse. 

"Já me relacionei com homens e mulheres. Ainda bem que não deu tempo de abrir essa minha individualidade para o pessoal da casa, porque o Lucas foi se abrir e os fiscais de sexualidade alheia caíram em cima do menino. Que gente doida!", disse.

Durante a entrevista, ela disse que não se arrepende de nada, mas estava cega. "Grande parte da casa também está com os olhos vendados. Se eu entrasse novamente sabendo de tudo o que falavam de mim por trás e de todo o restante que estava acontecendo 'por baixo das cobertas', teria feito tudo completamente diferente, começando por não ter medo da Karol Conká. Com certeza já voltaria despencando a máscara dela de boa moça", contou.

Você viu?

Sobre a política de cancelamento, ela tem certeza que não é uma canceladora. "Graças a Deus, revendo minha participação na casa, tive ainda mais forte essa certeza dentro de mim. Mesmo quando colocaram todos contra mim, rebati com amor e diálogo", disse.

"Acredito que, quando cancelamos alguém com exclusão e falta de humanidade, não estamos agregando nenhum conhecimento a determinada causa, pelo contrário, estamos nos igualando ao erro de quem fez. Entendo que as causas abordadas na casa sejam motivos de muito sofrimento e, talvez por isso, os canceladores não tenham muita paciência para explicações, mas isso não justifica agressão psicológica. O que fizeram ali dentro é assustador", afirmou.

A briga com Lucas pode ter sido injusta para Kerline, mas ela entende que os brothers tiveram atitudes desumanas com o brother. "Tenho certeza que ele terá a oportunidade de ver tudo o que aconteceu e com isso, poderemos conversar. Estou com o coração aberto para isso. Ele é um menino bom, puro e alegre, que sofreu muito com a pressão psicológica destilada contra ele e se perdeu", disse.

"Acho que foi forte, desumano e horrível o que fizeram com o Lucas. Mesmo depois de toda a minha briga com ele, se eu tivesse presenciado alguma das cenas que vi quando saí da casa, teria tomado partido e defendido ele. Não sou covarde a ponto de agredir a saúde mental de uma pessoa. O Lucas e nem ninguém merecem passar por isso", disse.

Sobre os memes e as redes sociais, a ficha cai aos poucos sobre a fama. "Minha vida está completamente pública, muita gente me acompanha, os seguidores dispararam, confesso que estou amando tudo", contou. 

"Fui muito bem recebida. Muitas pessoas dispostas a ouvir o meu lado e me dar amor... Senti que precisava de uma redenção e queria que todos escutassem o meu lado. Ver tanta gente de coração aberto para isso me trouxe um enorme alívio", disse e completou dizendo que levou os memes na brincadeira. "Morri de rir junto. Já fui ao cabeleireiro, tá gente? Cabelo novo, memes novos", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários