Marcius Melhem
Reprodução/Instagram
Marcius Melhem interpretava Seu Boneco na "Escolhina do Professor Raimundo"

Marcius Melhem  deixou a Globo após ser acusado de assédio moral e sexual por atrizes e outras profissionais que trabalhavam com ele. O caso teve uma nova repercussão com uma reportagem da Piauí que  deu detalhes dos assédios que Dani Calabresa teria sofrido e a forma como a emissora lidou com as acusações. Novos desdobramentos devem estar por vir e, segundo o colunista Fefito, o canal de televisão cancelou os programas criados pelo comediante.

O humorista estava há anos à frente do núcleo humorístico da emissora. Ele foi o responsável por reformular o "Zorra", que chega ao fim este ano, e também criou outras atrações de sucesso que o público não verá mais na telinha.

O "Fora de Hora", criação de Melhem,  já estava com a segunda temporada confirmada, mas foi cancelado. Marcius já não gravou como Seu Boneco a temporada atual de "Escolinha do Professor Raimundo" e o programa deve ser encerrado este ano também. O quadro do "Fantástico" "Isso a Globo Não Mostra", que era supervisionado pelo comediante, também não terá novas edições.

O Canal Viva, que faz parte do Grupo Globo, também estaria se afastando da imagem de Marcius Melhem. A emissora tirou da grade de programação "Os Caras de Pau", que o acusado de assédio estrela ao lado de Leandro Hassum.

Entenda o caso

Marcius Melhem foi acusado de assédio moral e sexual por diferentes atrizes e profissionais do núcleo de humor da Globo. Ele deixou a emissora em agosto e três meses depois a revista Piauí publicou uma reportagem revelando como teriam sido os bastidores dos supostos assédios e das denúncias.

Em 2017, Melhem teria assediado Dani Calabresa em uma festa de comemoração ao centésimo episódio do "Zorra". Ele teria tentado beijá-la à força e mostrado o pênis para ela. Depois dessa ocasião, a comediante teria sofrido outros assédios, até que denunciou o chefe ao compliance da empresa.

A denúncia de Calabresa teria feito com que outras mulheres ganhassem coragem e também denunciassem Marcius por assédio. O caso vazou para a imprensa e o então diretor humorístico deixou a emissora. Os envolvidos no caso teriam ficado indignados pelo fato da Globo não ter citado os assédios como motivo do desligamento. Os profissionais cobram por mais transparência da empresa nas investigações do caso. Marcius Melhem nega todas as acusações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários