marcius melhem
Divulgação
Humorista está sendo denunciado por denunciar companheiras de trabalho

Personalidades como Danilo Gentili, Felipe Neto, Maurício Meirelles, Fabiula Nascimento, Fabio Rabin, Fábio Porchat, Felipe Andreoli se manifestaram sobre reportagem da revista Piauí que expõe casos de assédio sexual e moral praticado pelo humorista Marcius Melhem enquanto era diretor da TV Globo.

Segundo a reportagem, Melhem forçou beijo e lambeu o rosto de Dani Calabresa em uma festa do programa "Zorra" em 2017.

A partir daí, outros colegas de trabalho passaram a denunciar o humorista por situações parecidas, de importunação sexual e desrespeito.

Danilo Gentili se manifestou dizendo que conhecia a história e ainda ironizou o fato de Melhem se dizer aliado do feminismo.

Fábio Rabin, humorista que trabalhou ao lado de Dani na MTV se manifestou dando apoia à comediante. "Conta comigo pro que precisar!, escreveu.

Fábio Porchat, apresentador e também humorista, divulgou a reportagem e demonstrou adimiração pelas mulheres que fizeram as denúncias.

O youtuber Felipe Neto também fez questão de deixar seu apoio às vítimas, dizendo que nem imagina como é passar por uma situação do tipo. "Uma das matérias mais impressionantes que já li".





O humorista e ator Maurício Meirelles prestou solidariedade a Dani Calabresa pelo Twitter.






Felipe Andreoli, jornalista esportivo e apresentador da Globo, manifesotu seu apoio às vítimas do caso.






A atriz da série "As Five", Ana Hikari fez diversos tweets expressando os sentimentos pela situação e deixando seu apoio a Dani Calabresa e outras humoristas.





A atriz Isis Valverde publicou uma foto de Calabresa e, na legenda, disse que ficou com a "garganta apertada" pela situação da colega. "Todo meu respeito e apoio", escreveu.


Já a atriz Patrícia Pillar exaltou a grande mulher que a artista é, também publicando uma foto de Dani e deixando claro o seu apoio.



A atriz Andrea Beltrão também deixou sua solidariedade à colega, postando uma foto dela e, como legenda, a figura de uma rosa vermelha.



Entenda o caso

Marcius Melhem foi acusado de assédio moral e sexual por diferentes atrizes e profissionais do núcleo de humor da Globo. Ele deixou a emissora em agosto e três meses depois a revista Piauí publicou uma reportagem revelando como teriam sido os bastidores dos supostos assédios e das denúncias.

Em 2017, Melhem teria assediado Dani Calabresa em uma festa de comemoração ao centésimo episódio do "Zorra". Ele teria tentado beijá-la à força e mostrado o pênis para ela. Depois dessa ocasião, a comediante teria sofrido outros assédios, até que denunciou o chefe ao compliance da empresa.

A denúncia de Calabresa teria feito com que outras mulheres ganhassem coragem e também denunciassem Marcius por assédio. O caso vazou para a imprensa e o então diretor humorístico deixou a emissora. Os envolvidos no caso teriam ficado indignados pelo fato da Globo não ter citado os assédios como motivo do desligamento. Os profissionais cobram por mais transparência da empresa nas investigações do caso. Marcius Melhem nega todas as acusações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários