Aline Midlej, apresentadora do "Jornal da GloboNews Edição das 10h", falou sobre um episódio em que foi vítima de racismo numa emissora onde já trabalhou. A jornalista contou, ao vivo, sem citar a emissora, que um ex-chefe pediu para que ela mudase seu cabelo.

Leia também: Após críticas, GloboNews coloca jornalistas negros no "Em Pauta"

Aline Midlej
Reprodução/Globonews
Aline Midlej


Leia também: GloboNews é criticada só comentaristas brancos para debater racismo

Aline  contou que era produtora no departamento de jornalismo e que, para ganhar uma oportunidade na frente das câmeras, foi dito a ela que mudasse seu penteado para que seus cabelos fossem bem recebidos pelo público.

"Eu tinha 22 anos. Meu chefe dessa emissora me disse: 'Aline, eu só acho que a gente precisa mudar algumas coisinhas'. Eu falei: 'Em que sentido?'. Ele falou: 'Algumas coisinhas. Você é bonita, você tem presença, sua voz é boa, mas sabe o cabelo? Acho que não vai ser bem assimilado, acho melhor'", comentou ela.

Leia também: Maju Coutinho pretende processar por racismo o empresário que a atacou 

Aline contou que foi firme e que recusou a proposta. ”Eu falei: 'Então não é aqui que eu vou começar'. E depois eu acabei começando num outro lugar. E a vida dá voltas, né? Depois de poucos anos eu fui chamada pra voltar pra essa emissora e não voltei", contou. Vale lembrar que Aline se tornou apresentadora na Record e depois foi para a Band . Em 2016, ela foi contratada pela GloboNews . Confira o relato da apresentadora:


    Veja Também

      Mostrar mais