Não foi apenas na grade de programação que o novo coronavírus afetou as emissoras de televisão . A pandemia também interferiu nas receitas dessas empresas e agravou a crise financeira na qual a Band se encontra.

Leia também: Contrariando acordo, Band anuncia atraso no pagamento do PLR de funcionários

Band TV
Divulgação
Band


Segundo o colunista Ricardo Feltrin, a emissora já estava endividada há alguns anos. A Band está trabalhando com cortes de gastos, chegou a vender antenas de transmissão e ainda não depositou o FGTS de 2020, por exemplo. Entretanto, o canal de televisão já não está mais pagando parcelas de suas dívidas.

Leia também: Datena pode se afastar do "Brasil Urgente" por motivos médicos

A empresa de comunicação adquiriu uma dívida de 135 milhões de reais com a Globo . A origem do endividamento é da época em que as emissoras tinham um acordo para exibir jogos de futebol, mas o Grupo Bandeirantes teve que desistir da parceria por estar sem dinheiro. Além de perder um conteúdo importante, o canal ainda ficou no vermelho.

Sem receber os pagamentos da dívida em dia, a Globo não irá tomar nenhuma providência por enquanto. A emissora carioca entende o cenário no qual o mundo se encontra e esperará a situação se normalizar para voltar a receber o dinheiro da concorrente.

Corte de Salários

A Band desistiu de pagar as dívidas para não cortar os salários de funcionários. A diretoria da emissora havia decido que os PJs (pessoas jurídicas) teriam o pagamento reduzido em 25%. Seriam afetados jornalistas, repórteres, apresentadores, produtores e editores. 

Leia também: Silvia Poppovic fala sobre demissão: "Pena não terem oferecido alternativas"

Porém, o presidente do Grupo Bandeirantes vetou essa medida. João Carlos Saad, conhecido como Johnny Saad considerou cruel cortar o salário de profissionais que estão se arriscando para fazer coberturas jornalísticas nas ruas em nome da emissora. Sendo assim, o empresário decidiu manter o pagamento dos funcionários no mesmo valor e optou por deixar as dívidas da Band atrasarem. 

    Veja Também

      Mostrar mais