O Grupo RBS  anunciou algumas medidas para conter gastos nesta sexta-feira (24). A empresa é o maior conglomerado de mídia do sul do país, além de ser responsável pela filiada da Globo , a RBS TV.

Leia também: Jornalista se descuida e nude aparece ao vivo em jornal da Globo

RBS TV
Reprodução/Twitter
RBS TV


Leia também: Globo faz reunião com autores para decidir futuro das novelas

Dentre as medidas, está o corte de salários e a demissão de funcionários antigo da casa, como a repórter Guacira Merlin, que estava há duas décadas na emissora. Além dela, mais de 20 profissionais foram desligados das redações do grupo, que controla uma emissora de televisão, seis rádios, dois jornais e quatro portais de assuntos diversos apenas em Porto Alegre.

O ex-árbitro Márcio Chagas, comentarista dos telejornais locais e das transmissões do Campeonato Gaúcho, que estava na emissora desde 2014, também foi desligado.

Leia também: Globo deixa atores "desamparados" e sem contratos até o fim da pandemia

"A pandemia do coronavírus gerou uma crise mundial de proporções inéditas na história recente. O Grupo RBS, assim grande parte das empresas do Rio Grande do Sul, também está sofrendo seus impactos econômicos. Para minimizá-los, a empresa está adaptando sua operação ao momento atual e para estar preparada frente a um cenário ainda incerto. Todas as decisões têm como objetivo principal manter a sustentabilidade do seu propósito no longo prazo", disse a emissora em nota.

    Veja Também

      Mostrar mais