Tamanho do texto

Novela ainda nem estreou, mas expectativa é grande pela estreia de Manuela Dias no horário nobre, após sucesso da minissérie “Justiça”

 “Amor de Mãe” nem estreou, mas já gera muita expectativa. Motivos para achar que a nova novela das 21h será um sucesso não faltam, a começar pela estreia de Manuela Dias como autora de um folhetim no horário nobre. A escritora, que já tem alguns sucessos no currículo, entrou para o hall dos “grandes autores” do canal depois de “Justiça”, minissérie de 2016.

montagem de amor de mae arrow-options
Divulgação
"Amor de Mãe"

Agora ela comanda sua primeira novela das 21h, com o apoio de um elenco de peso, muitos deles que a acompanharam em “Justiça”, além da direção artística de José Luiz Valharim. Com data de estreia confirmada para 25 de novembro, cresce a expectativa para “ Amor de Mãe ”, que se estende até 2020, e pode se tornar o grande folhetim da próxima década.

Leia também: Erika Januza radicaliza no visual para novo papel em "Amor de Mãe"

Com 42 anos, Manuela tem uma carreira diversificada, que já passou por programas infantis, como destaca Mauro Alencar, doutor em Teledramaturgia Brasileira e Latino-Americana e membro da Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão de Nova York. Ele lembra trabalhos da autora com destaque para personagens femininas, desde “Bambuluá”, estrelado por Angélica, até “Cordel Encantado”, escrito por Thelma Guedes e Duca Rachid.

cena de amor de mae arrow-options
Divulgação
"Amor de Mãe"

Para Mauro, essa variedade contribui para que Dias tenha “diversidade estilística, interligada por uma narrativa que vai da mais tradicional telenovela à crônica do cotidiano”. Assim ela moldou suas três protagonistas: Lurdes (Regina Casé), Thelma ( Adriana Esteves ) e Vitória (Taís Araújo).

Ao contrário do que vemos atualmente no horário, com uma protagonista completamente boa (Maria da Paz) e uma vilã totalmente ruim (Jô), essas mulheres não são maniqueístas e passam longe de estar livres de erros. Vitória, por exemplo, trabalha como advogada de Álvaro (Irhandir Santos), o mais próximo de um vilão que a trama terá – um homem ambicioso, que não se importa em destruir o que estiver em seu caminho.

Dias deve trazer mais realidade para o horário, mas sem perder o fio de uma boa narrativa – como fez com tanto sucesso em “Justiça”. É do seriado, inclusive, que autora trouxe muitos dos protagonistas da novela. Adriana Esteves, Vladimir Brichta, Camila Márdila, Jéssica Ellen e Júlio Andrade estão entre os “importados” da minissérie.

Elenco de peso

cena de amor de mae arrow-options
Divulgação
"Amor de Mãe"

Reunindo alguns dos maiores nomes da casa, “Amor de Mãe” conta com um elenco que em muito se assemelha um dos maiores sucesso da emissora, “Avenida Brasil”. A dupla Esteves/Murilo Benício está confirmada, assim como Juliano Cazarré, Isis Valverde, Vera Holtz e Thiago Martins. Para completar, outra novela que contou com texto de Manuela vai “emprestar” atores. Trata-se de “Cheias de Charme”, que tinha Taís Araújo, Malu Galli e Humberto Carrão.

Leia também: Isis Valverde comemora nova parceria com Fabrício Boliveira: “apaixonei”

Mas um dos nomes que gerou mais curiosidade foi o de Regina Casé. Muito conhecida nos últimos anos por seu trabalho como apresentadora, ela retomou a carreira de atriz com “Que Horas Ela Volta?” (ao lado de Camila Márdila). Casé não faz uma novela completa desde 2001 em “As Filhas da Mãe” e nunca esteve no horário nobre. Agora ela vai pender para o drama como Lurdes, mãe de cinco filhos, que teve um vendido quando ainda era pequeno. No Rio, ela viverá uma saga para reencontrar Domênico (Humberto Carrão).

“Trazer Regina Casé novamente às novelas já desperta imensa empatia, a atriz que mescla estilos interpretativos de várias fontes de nosso país”, acredita Mauro. “E quando sua presença vem acompanhada de duas icônicas atrizes como Adriana Esteves e Taís Araújo, há que se desde já louvar tal produção”, completa.

Amor universal

Para ajudar, a novela vai tratar de um assunto universal: mães. De todas as idades, cores e contas bancárias, elas são a base das famílias brasileiras e vão ganhar múltiplos retratos no folhetim de Dias.

Isso não significa, porém, que a novela ficará presa a esse tema. Meio-ambiente, tráfico de crianças e um coma que duram anos também estão no escopo da produção, dirigida por José Luiz Villamarim. Ele, que também dirigiu “Avenida Brasil” ao lado de Amora Mautner (atualmente em “A Dona do Pedaço”), é mais um parceiro de Manuela em “Justiça” a reforçar a equipe da nova novela.

Sucesso da década?

A novela de Manuela Dias ainda tem outro ponto que, se não afeta a história, ao menos deve interferir no visual: é a primeira produção a ser gravada no novo estúdio da Globo , o MG4, inaugurado em agosto com presença dos principais astros do canal.

Claro que nada disso garante que “ Amor de Mãe ” vai ser um grande sucesso, talvez um desses que param o país. Mas os elementos para uma grande novela estão em toda parte – na frente e atrás da câmera e, após uma sequência de folhetins medianos, seria um suspiro de sucesso. “Com tantos ingredientes sedutores e que tocam a razão e o coração, há que se apostar em um dos maiores sucessos da próxima década”, conclui Mauro.