Tamanho do texto

Além deles, Denise Saraceni também foi uma das afetados pelas mudanças na emissora. Eles deixarão de ser PJ e serão contratados como CLT

Parece que as demissões de 150 funcionários da Globo nos últimos dias continuam gerando consequências até hoje. Isso porque, de acordo com a revista Veja , algumas mudanças contratuais afetaram grandes diretores da emissora, como Dennis Carvalho, Papinha e Denise Saraceni.

Leia também: RedeTV! copia Globo e promove demissões em massa na emissora, diz site

Dennis Carvalho arrow-options
TV Globo/Fábio Rocha
Dennis Carvalho


Os três funcionários da Globo deixarão de ser PJ e passarão a ser contratados como CLT. Além disso, o salário deles foi reduzido em 50%. Carvalho recebia cerca de R$ 400 mil, enquanto Denise e Papinha, R$ 250 mil.

Tais mudanças são vistas como uma correção de percurso. Os pagamentos altíssimos começaram a partir de 1998, sob a gestão de Marluce Dias, contratada até 2002. Com a saída dela, Octávio Florisbal assumiu o cargo, colocando Manoel Martins como Diretor de Entretenimento e isso aprofundou os gastos com a folha de pagamento.

Leia também: Globo planeja demissão de mais de 2 mil funcionários, diz site

Já em 2013, Carlos Henrique Schroder assumiu o comando e começou a realizar mudanças que resultaram na valorização da dramaturgia. Então, Silvio de Abreu assumiu a função de coordenar e aprovar todo o conteúdo de novelas e séries. Ainda de acordo com a Veja , quem não ficou feliz com a novidade foi Miguel Falabella , por não ter seus projetos aprovados.

Vale lembrar que, além da redução de salário de Dennis Carvalho e outros diretores , na semana passada, a Globo demitiu centenas de pessoas e ainda planeja a demissão de mais de 20 mil funcionários, de acordo com informações do  Na Telinha , do UOL , já que a partir do próximo ano uma só empresa unificará todos os serviços que fazem parte do conglomerado de mídia do canal.