Tamanho do texto

Atriz defendeu o teatro e falou das fotos dela que viralizaram recentemente: "Não houve uma preparação política, ideológica... É o acaso"

Fernanda Montenegro, que completa 90 anos no próximo dia 16, participou na manhã desta sexta-feira (11) do “ Encontro com Fátima Bernardes ”. A participação da veterana atriz bombou nas redes sociais e fez muita gente se emocionar. Durante a entrevista, ela defendeu o teatro, falou de censura e das fotos que viralizaram recentemente.

Leia também: "Nenhum sistema vai nos calar": Fernanda Montenegro em laçamento de livro

Fernanda Montenegro arrow-options
Reprodução/Globo
Fernanda Montenegro participou do "Encontro" nesta sexta (10)


Com 70 anos de carreira, Fernanda Montenegro enfatizou que ama o que faz. “Quando você tem uma vocação, aí tudo fica mais fácil. A metade da vida já está resolvida, mesmo que nessa vocação você tenha dificuldades, às vezes, intransponíveis... Porque, a outra metade, dá muito trabalho. Aí fica o imponderável, o que vai ser, o que vou encontrar.”

Leia também: Atacada por diretor, Fernanda Montenegro tem apoio do presidente da Funarte

Aproveitando a oportunidade, a atriz ressaltou a importância da sua profissão: “Numa profissão como a nossa, que não é prioritária – dizem que não é. Mas é prioritária sim, senão a gente não existiria desde o início desta humanidade. Não é um médico, um faxineiro, um advogado, uma professora, um médico, mas então por que existimos? Porque há uma necessidade da gente se encontrar e se trocar. A arte da representação, acho que permite isso”.

No papo com Fátima Bernardes, Fernanda também comentou sobre a foto em que aparece como uma bruxa prestes a ser queima em uma fogueira de livros. “É um ato simbólico de que não vamos queimar livros”, começou esclarecendo.

“Não houve uma preparação política, ideológica... É o acaso. Aí houve essa retaguarda e, na medida em que tomou essa presença de contestação, eu assumo. Fiz o acaso, que beleza! Não se fez tão a propósito, mas, já que aconteceu a conjuminação dos astros, assino embaixo. Não se pode proibir livros ”, acrescentou.

Leia também: Ofensa de diretor da Funarte a Fernanda Montenegro indigna classe artistíca

Nas redes sociais, a participação da atriz no programa matinal da Globo foi muito comentada. “Queria ter metade do conhecimento da Fernanda Montenegro ”, escreveu um seguidor. “O mundo precisa de mais pessoas como Fernanda Montenegro”, comentou outro. “Cara. Tô aqui chorando ao ouvir a Fernanda Montenegro defendendo o teatro, aos 90 anos, defendendo essa profissão linda que é ser ator de teatro. Nos respeitem! Somos profissionais como de qualquer outra área”, declarou mais um.