Tamanho do texto

No palco do "Superpop", a cantora deu detalhes sobre as complicações resultantes de um procedimento estético feito no bumbum em 2017

Adryana Ribeiro foi a convidada especial do "Superpop" da última segunda-feira (02) e aproveitou o momento para relembrar um episódio tenso em sua vida – quando teve sérias complicações após um procedimento estético no bumbum.

Leia também: Ivete, Anitta e famosas assumem procedimentos estéticos

Adryana Ribeiro arrow-options
Reprodução/ Instagram @adryanaribeirooficial
Adryana Ribeiro

"Eu estava me preparando para o Carnaval e fiz aquele pump up [técnica de sucção] no bumbum. O lado esquerdo ficou normal, mas senti o direito estranho, não voltava, começou a inchar. Fiquei com uma terceira bunda. Foi inchando, ficando vermelha, um mês assim", começou explicando Adryana Ribeiro.

Leia também: Nada de rugas! As famosas que usam botox e são campeãs da prática

Segundo ela, a gravidade do procedimento estético foi tanta que quase resultou na perda de sua perda: "A moça [responsável por realizar o procedimento] dizia que não tinha nada a ver com isso e eu não conseguia deixar ninguém mexer. Doía muito, uma febre, não desejo para ninguém. O negócio abriu. A médica, quando viu, falou: 'você vai perder a perna, o bumbum, você é jovem'. Ela pegou uma agulha e fez um punção, eu quase quebrei o consultório".

A vocalista do antigo grupo Adryana e a Rapaziada seguiu relembrando o sofrimento quando foi à emergência: "A anestesia não pegava, senti tudo. Nunca senti tanta dor. Eles abriram, mexeram, eu sentindo tudo. Me internaram, eu tomava antibiótico a cada três horas. Poderia ficar 40 dias naquele hospital. não tinha nem condições de estar nele. Descobriram a bactéria em dois dias, foi um milagre. A dona da clínica [onde fez o procedimento] foi me visitar no hospital e disse 'não tenho dinheiro nem nada a ver com isso'".

Leia também: Xuxa dá opinião afiada em procedimento estético de ex-paquita: "Não gostei"

Para concluir o assunto no " Superpop ", ela afirmou que apesar de ter todos os comprovantes, não levou o caso a frente para meios judiciais. "Tenho o laudo do procedimento, mas não processei. Foi uma fase tão ruim da minha vida, fiquei tão traumatizada que quis apagar da minha mente. Ficou uma cicatriz pequenininha, vejo sempre quando tomo banho", explicou  Adryana Ribeiro .