Na última quinta-feira (18)  Ana Maria Braga foi a convidada de Tatá Werneck no programa "Lady Night", exibido no Multishow .

Leia também: Palmirinha se emociona ao reencontrar Ana Maria Braga e diz: "Já posso morrer"

Tatá Werneck beijando Ana Maria Braga
Divulgação
Tatá Werneck beijando Ana Maria Braga

No palco da atração Ana Maria Braga falou sobre sua carreira, perrengues, vida pessoal, poder feminino e muito mais. 

Leia também: Ana Maria Braga conta que já usou Tinder: "Não tenho o direito de paquerar"

"Meu pai era muito rígido. Me colocou em um internato. Mas eu saí de casa bem nova. Cheguei até a passar fome depois que deixei a família", disse a apresentadora do "Mais Você".

 "Hoje em dia gosto da geladeira da minha casa sempre cheia. Só quem já não teve o que comer sabe o que é isso", completou.

 Questionada por Tatá Werneck sobre a sua vida amorosa, Ana Maria garantiu que segue solteira. "Ainda sonho em encontrar alguém especial. Acredito na vida a dois e no amor", disse a ela, que também não se esquivou ao ser questionada sobre suas gafes matinais.

"Já passei por muita coisa. Cachorro que fez xixi em mim, a cadeira que quebrou e eu cai, liquidificador que explodiu e a cozinha que coloquei fogo", lembrou ela.

Durante o papo, a loira também falou sobre sua transição da Record TV para a Globo . "Minha audiência era tão boa lá do outro lado, que foram lá me buscar", recordou a apresentadora do " Mais Você " que completou:"Em 1992, eu olhava a construção da sede da Globo no Morumbi e pensava: ‘Vou trabalhar aí’".

Leia também: Ana Maria Braga se irrita com boatos e fala sobre suposta saída da Globo

Ao falar sobre sua vida na emissora da Família Marinho, Ana Maria Braga também abordou a parceria com Louro José: "O Louro José me ajuda muito, é meu alter ego. O que eu não puder falar, ele fala”.

    Veja Também

      Mostrar mais