Tamanho do texto

Consolidada na faixa horária, novela continua apresentando deficiências; Sem o fervor da nostalgia, a posição da trama na programação está em xeque

Completando sete meses no ar, "Verão 90" deu fim a um ciclo de novelas ruins com baixa audiência na faixa das 19h. Em um semestre de exibição, a trama de Izabel de Oliveira e Paula Amaral aumentou a audiência e reconquistou o prestígio que a faixa horária havia perdido.

Leia também: Com boa audiência, "Verão 90" sofre com furos no desenvolvimento da trama

Verão 90
Divulgação
Verão 90

Mesmo tendo muitos pontos fortes, " Verão 90 " não é uma novela perfeita. Em seus primeiros meses na tela da Globo , algumas deficiências foram identificadas, todavia,  foram desconsideradas já que a grande colherada de nostalgia estava rendendo à trama uma boa posição no afetivo do público. 

Porém, já consolidada na faixa horária, a trama apresenta defeitos não só impossíveis de ignorar, mas de se tolerar, como falhas temporais, roteiro infantilizado e personagens inconsistentes.

Leia também: Personagem ruim e fora do tom prejudica Isabelle Drummond em "Verão 90"

  • Falhas temporais
Manuela em
Divulgação
Manuela em "Verão 90"

Ambientada nos anos 90, o rigor com os detalhes esperado era, no mínimo, altíssimo. Porém, antes de completar seu terceiro mês na programação, a produção já era alvo de aálises temporais, com críticas a aparição de carros ainda não fabricados e edificações não construídas. 

Uma das falhas mais repercutidas foi relacionada ao fusca de Manuela (Isabelle Drummond), personagem principal. Na primeira cena em que o carro apareceu, ele tinha dois selos de inspeção, que dizia que o carro foi examinado em 2010 e 2011 - a cena gerou risos entre os telespectadores e demonstrou uma falta de cuidado por parte da edição.

  • Humor pastelão
Verão 90
Divulgação / Rede Globo
Claudia Raia em "Verão 90"

É compreensível, levando em relação ao horário, que a trama seja mais voltada para o humor. Com o tempo, infelizmente, as autoras perderam a mão e começaram a abusar do elemento, o que resultou na infantilização do roteiro e, consequentemente, dos personagens. Alguns apenas continuaram iguais, já outros perderam a astúcia e sua configuração cativante.

  • Personagens inconsistentes
Verão 90
Reprodução / TV Globo
Verão 90

Antes do declínio dos roteiros, alguns personagens como Manuela, João (Rafael Vitti) e Jerônimo (Jesuíta Barbosa), que protagonizam a produção, já apresentavam inconsistências, dificuldades de conquistar o prestígio do público e manter-se interessantes sem a influência de atores mais experiêntes, como Claudia Raia e Dira Paes. Mesmo após crescerem, o problema ainda não foi resolvido.

Leia também: Com protagonistas mornos, Dira Paes e Claudia Raia ganham espaço em  "Verão 90"

Completando seis meses no ar, " Verão 90 " não tem lidado bem com esses pontos, que podem colocar em xeque a audiência e prestígio conquistado pela atração.