Tamanho do texto

Posicionamento do jornalista no Twitter gerou um grande número de comentários. Houve quem apoiasse e quem criticasse Alexandre Garcia

O carnaval começou oficialmente em diferentes regiões do País. Fora das telas, neste sábado (02) o jornalista Alexandre Garcia atualizou sua conta do Twitter fazendo um comentário sobre a folia que dividiu opiniões entre os usuários da rede social. 

Leia também: Alexandre Garcia refuta boatos e afirma que não trabalhará no governo Bolsonaro

Alexandre Garcia
Reprodução / TV Globo
Alexandre Garcia

Tudo começou quando o perfil da Polícia Militar do Rio de Janeiro compartilhou uma publicação no Twitter evidenciando que assédio é crime. Respondendo a postagem, Alexandre Garcia comentou: "Fico pensando na perplexidade dos foliões, entre dois estímulos: primeiro, distribuem camisinhas; depois, alertam que assédio é crime".

Leia também: Globo prepara Andréia Sadi para ocupar vaga de Alexandre Garcia

O comentário do ex-jornalista da Rede Globo gerou reações na internet, muitas delas críticas. "Camisinha é para ser usado quando houver consenso, né? Interesse mútuo em primeiro lugar. Assédio não", escreveu uma internauta em resposta a Garcia. "Sempre sensato, obrigado por fazer um comentário decente nesse mar de ignorância", apoiou um outro navegante da web. "É verdade, quando eu recebo uma camisinha grátis, automaticamente eu já enfio meu peru no boga do coleguinha do lado", ironizou um terceiro tuiteiro. "Não é não, senhor Alexandre, que parte disso você não entendeu", alertou outra usuária da rede.

Na publicação compartilhada pela assessoria da polícia do Rio, uma campanha contra o assédio era disseminada: "Agora é Lei! A Polícia Militar do Rio de Janeiro é sua aliada para garantir que a mesma seja cumprida... Denuncie qualquer abuso sofrido ou presenciado. O 38º Batalhão da Polícia Militar, localizado em Três Rios, no Centro-Sul Fluminense, disponibilizou esta importante mensagem para você", escreveu o porta-voz da corporação.

A publicação ainda segue acompanhada de uma imagem com os dizeres: "Não é não" e "Este será o primeiro carnaval em que a lei nº 13.718/18 será aplicada. Assédio é crime. Saiba respeitar o NÃO".

Leia também: Cris Dias rebate seguidores após vídeos com Caio Paduan: “menos mimimi”

Alexandre Garcia deixou a Rede Globo  em dezembro de 2018, após três décadas na empresa. À época, em comunicado, a emissora afirmou que a decisão foi tomada em conjunto, mas que o jornalista havia tomado a iniciativa: "Depois de quase 31 anos de trabalho, Alexandre decidiu deixar a emissora para amenizar um pouco o seu ritmo frenético de trabalho", dizia o esclarecimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.