Tamanho do texto

Com muita criatividade, algumas novelas da Globo apresentam ao público diversidade entre os nome das mocinhas, muitas vezes inusitados; relembre:

As novelas da Globo são capazes de inovar com frequência a lista de nomes para os personagens , principalmente quando se trata das mocinhas , essas que geralmente são batizadas com nomes pouco comuns.

Leia também: Time de quarentonas de "O Sétimo Guardião" provoca suspiros na audiência

Marina Ruy Barbosa como Luz em
Divulgação/ Globo/João Miguel Júnior
Marina Ruy Barbosa como Luz em "O Sétimo Guardião"

Um dos exemplos atuais nas novelas da Globo é a personagem de Marina Ruy Barbosa em "O Sétimo Guardião", Luz. Apesar de ter apenas três letras em sua composição, a palavra de origem latim é de grandes significados como: a que ilumina, iluminada, luminosa e esclarecida.

Leia também: Sedutoras e perigosas! As 15 vilãs mais sexy das novelas

Relembre outras mocinhas que também foram batizadas com nomes inusitados:

  • Sol
Sol (Deborah Secco) de
Reprodução/ Globo
Sol (Deborah Secco) de "América"


Em "América" (2005), Deborah Secco deu vida a uma das mocinhas mais querida da emissora, Sol. O nome carrega o próprio sentido da palavra e tem dois fortes sentidos:  solene e majestosa.

  • Serena
Serena (Priscila Fantin
Reprodução/ Globo
Serena (Priscila Fantin") em "Alma Gêmea"


Em "Alma Gêmea" (2005), Priscila Fantin viveu Serena, o nome que significa  “ligação” e “laço”, faz sentido a personagem, que era uma reencarnação de Luna (Liliana Castro). 

  • Luna
Luna (Liliana Castro) em
Reprodução/ Globo
Luna (Liliana Castro) em "Alma Gêmea"


Já citado anteriormente, o nome Luna, de origem latim, também faz jus aos não usuais, e tem como significado "Lua" e "a iluminada".

  • Lindalva
Lindalva (Carolina Dieckamn) em
Reprodução/ Globo
Lindalva (Carolina Dieckamn) em "Senhora do Destino"


Em 2004 Carolina Dieckman foi Lindalva em "Senhora do Destino". O nome da personagem é formado pela junção de Linda e Dalva, que juntos trazem três sentido:  “linda manhã”, “suave aurora” ou “escudo branco”.

  • Griselda
Griselda (Lilia Cabral) de
Reprodução/ Globo
Griselda (Lilia Cabral) de "Fina Estampa"


Em "Fina Estampa"(2011) Lilia Cabral era uma mulher empoderada e foi a luta para conquistar condições financeira, batizada de Griselda, nome  origem no germânico que significa "combatente experiente”.

  • Preta
Preta (Taís Araújo) de
Reprodução/ Globo
Preta (Taís Araújo) de "Da Cor do Pecado"


Taís Araújo foi Preta em "Da Cor do Pecado" (2004). No entanto, a palavra não era um apelido do personagem e sim seu nome de batismo. Por ser pouco ou nada usual, Preta não tem um significado concreto.

  • Morena
Morena (Nanda Costa) de
Reprodução/ Globo
Morena (Nanda Costa) de "Salve Jorge"


Em 2012 Nanda Costa foi Morena em "Salve Jorge".  Assim como Preta, o nome da protagonista da produção de Gloria Perez também não tem significado.

  • Tancinha
Tacinha (Mariana Ximenes) de
Reprodução/ Globo
Tacinha (Mariana Ximenes) de "Haja Coração"


Personagem de Mariana Ximenes em "Haja Coração" (2016), Tancinha também faz parte dos nomes sem significados e que mais se p arecem com apelidos.

  • Açucena
Açucena (Bianca Bin) de
Reprodução/ Globo
Açucena (Bianca Bin) de "Cordel Encantado"


Em "Cordel Encantado" (2011), que inclusive volta à Globo a partir de janeiro no "Vale a Pena Ver De Novo", Bianca Bin era a mocinha Açucena. Pouco comum, o nome é um espécie de flores e tem leves significados:  “pureza”, "flor de lis" ou “flor branca".

Leia também: Fashionismo na TV: O estilo das protagonistas das novelas da Globo

  • Rosália
Rosália (Glória Pires) de
Reprodução/ Globo
Rosália (Glória Pires) de "Direito de Amar"


Em 1987 Glória Pires foi umas das mocinhas das novelas da Globo , Rosália em "Direito de Amar". O nome da personagem remete a delicadeza das rosas e significa:  "a que é como a rosa".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.