Tamanho do texto

Jornalista é demitida após declarações racistas no programa matinal da emissora NBC. Jornalista Megyn Kelly é considerada conservadora nos EUA

Megyn Kelly perde emprego nos Estados Unidos. Jornalista é demitida após comentários racistas no programa matinal desta terça-feira (23) da emissora rede NBC , segundo o jornal britânico Daily Mail.

Leia também:  Fernanda Gentil deixa jornalismo e migra para o entretenimento da Globo em 2019

Jornalista é demitida após comentário racista
Reprodução/NBC
Jornalista é demitida após comentário racista


Jornalista é demitida após afirmar que na época da sua infância era válido uma pessoa usar blackface no “Dia das Bruxas”, desde que estivesse fantasiado de um personagem. O jornal britânico deu a notícia em primeira mão com a declaração de um executivo da NBC.

Leia também: Maria Beltrão posta foto antiga com Christiane Pelajo e ganha elogios na web

“Nós estamos trabalhando em como vamos divulgar oficialmente essa notícia. Ela está fora e nunca mais colocará os pés na NBC”, disse o executivo sobre o caso. Já o site Us Weekly informou que Megyn Kelly não queria sair da emissora, mas que foi forçada pelos executivos. A declaração racista causou um desconforto na rede americana de TV. O principal telejornal da NBC e o jornal "Today" repudiaram as falas da jornalista na noite desta quarta-feira (24).

Jornalista é demitida e pede desculpas

Jornalista é demitida
Reprodução/NBC
Jornalista é demitida


Após declarações racistas,  Kelly abriu seu último programa pedindo desculpas: ”Eu sou a Megyn Kelly e quero começar o programa dizendo três palavras: Eu sinto muito. Aprendi que blackface foi usado por racistas ao longo da história do nosso país, e que não é certo isso fazer parte de qualquer fantasia, no Dia das Bruxas ou em outra ocasião”, disse ela.

Leia também:Jornal da Record bate recorde de audiência com entrevista de Jair Bolsonaro

A mea-culpa não teve efeito. O renomado jornalista negro e âncora do "Today" chamado Al Roker falou sobre o caso: “Ela precisa dar uma desculpa mais sincera direcionada às pessoas negras de toda a nação, porque [blackface] é uma prática que vem desde o século 19, apresentada em palcos de teatro como uma tática para ridicularizar uma raça como um todo”. 

A jornalista é demetida mesmo sendo escalada para comandar a cobertura noturna das eleições nos Estados Unidos, que começam no dia 6 de novembro. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.