Tamanho do texto

"Carcereiros" volta à TV com inéditos a partir desta quinta-feira (11)

A partir desta quinta-feira (11), os fãs da série da Globo , "Carcereiros", poderão assistir ao desenrolar do enredo com novos episódios da primeira temporada.

Leia também: “Azarona” na internet, “Carcereiros” surpreende na televisão

Reprodução/ Instagram
"Carcereiros" ganha continuação da primeira temporada a partir do dia 11

"Carcereiros" , que teve grandes nomes da dramaturgia como Caco Ciocler, Carol Castro, Maria Clara Spinelli e Jonathan Haagensen nos primieros capítulos, não vai decepcionar com o elenco de peso nos próximos capítulos.

Leia também: Nova série da Globo, “Carcereiros” perde ao misturar ficção e realidade

Divulgação/ Globo
"Carcereiros" ganha continuação da primeira temporada a partir do dia 11

Com continuação no oitavo episódio, a produção vai contar com Samantha Schmutz, embate entre os personagens de Matheus Nachtergaele e Chico Díaz, o caráter duvidoso do papel de Gabriel Leone, a visceralidade da detenta de Letícia Sabatella, o olhar assustado do personagem de Leonardo Medeiros, além da seriedade de Douglas Silva e a sensibilidade de Heslaine Vieira.

A diversidade de gerações e escolas entre o elenco foi uma das tarefas de José Eduardo Belmonte, diretor-geral da série, que disse gostar de prepará-los, apesar de ter contato com o apoio da preparadora de elenco Nara Mendes.

"Seguimos um processo no qual acredito há tempos: nos ensaios, a gente precisa entender sensorialmente e intelectualmente os personagens e os temas. Ou seja, além de fazer com que a cabeça do ator entenda o que é o personagem, o corpo precisa entender também todo o seu conceito. É preciso ter uma consciência racional e emocional. Junto a isso, fizemos pequenas mesas de debates e pesquisa, ouvindo agentes penitenciários e visitando presídios”, explica Belmonte.

Novidade no enredo

Divulgação/ Globo
"Carcereiros" ganha continuação da primeira temporada a partir do dia 11

O enredo ganha novidades quando Adriano (Rodrigo Lombardi), que já estava acostumado com a rotina da Vila Rosário, penitenciária em que trabalha há anos, é  transfererido para outro presídio.

A partir do 13º episódio a penitenciária Filinto Prates começa aparecer. Por lá Adriano terá a oportunidade de viver novas histórias, com novos colegas e outros desafios. Para a surpresa do público, o novo presídio é totalmente cenográfico, construído em um galpão em São Paulo, sob direção de arte de Claudia Calabi.

“Se no presídio real em que gravamos inicialmente, a gente retratava a austeridade do Estado, aqui a gente fala da ausência dele. Então, isso nos permitiu brincar mais com o imaginário de presídio que remete até ao Carandiru ou até a presídios mais do Norte do país, que tem umas gambiarras e improvisos dentro deles”, explicou Claudia.

Leia também: Ainda atrás da Netflix, Globo Play busca espectadores da Globo para emplacar

Inspirada na obra de Drauzio Varella, a série " Carcereiros " é escrita por Marcelo Starobinas e assinada por Fernando Bonassi, Marçal Aquino e Denisson Ramalho. Coprodução da Globo com a Gullane Filmes e a Spray, a obra tem direção geral de José Eduardo Belmonte e direção de episódios de Belmonte e Fernando Grostein.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.