Tamanho do texto

Série teve estreia adiada por mais de um ano depois de muitos revezes, incluindo a baixa adesão no serviço de streaming da emissora

A Globo continua tentando (e não conseguindo) entender seu público on-line. Cada vez mais engajada em entrar para a turma do streaming, a emissora tentou empurrar para o Globo Play “Carcereiros”, série estrelada por Rodrigo Lombardi .

Divulgação/TV Globo
"Carcereiros" teve má recepção na internet e gerou dúvida na Globo. Porém, série se superou na televisão

A série sofreu diversas adversidades em sua produção, a começar pelo ator principal. Domingos Montagner estava designado para o papel de Adriano, porém com sua morte Rodrigo Lombardi teve que assumir o papel. Depois de pronta, “ Carcereiros ” teve que esperar para estrear na Globo , pois Lombardi estava no ar com “A Força do Querer”.

Leia também: Nova série da Globo, “Carcereiros” perde ao misturar ficção e realidade

On-line

A série, então, foi realocada para a plataforma on-line da emissora como uma atração inédita e planos de chegar a TV entre o final de 2017 e o começo de 2018. Desde junho de 2017 na internet, “Carcereiros” não teve o desempenho esperado. As pessoas começaram a assistir a série, mas acabavam desistindo e não terminavam.

Prevista para estrear inicialmente em janeiro de 2017, todos esses revezes, além da fraca resposta on-line diminuiu a expetativa para a estreia na TV e acabou facilitando o “engavetamento” da série. Sem muito alarde, “Carcereiros” começou a passar na televisão apenas em 26 de abril de 2018.

Mudança de status

Divulgação/TV Globo
"Carcereiros" tem ótima produção e direção, mas parte documental diminui poder da ficção

E foi justamente aí que o jogo virou para a produção. Apesar do destaque em “A Força do Querer”, Lombardi não foi tão marcante na novela, o que nesse caso foi positivo. Sua imagem não foi prejudicada e, somando a ótima atuação na série, ajudou a emplacar a produção.

Surpreendendo a todos, “Carcereiro” teve o caminho oposto ao da internet: aumentou a audiência a cada episódio.

Leia também: Por Rodrigo Lombardi, Globo adia estreia de “Carcereiros” na TV

No Rio de Janeiro, a estreia alcançou 29 pontos. No segundo episódio, o número já subiu para 31, marcando a melhor estreia de uma série no canal em oito anos. O resultado foi uma surpresa inesperada e deu fôlego para a série. Antes com futuro incerto, a equipe já está gravando uma segunda temporada e uma terceira foi autorizada.

Lombardi segue no papel, e algumas participações especiais estão confirmadas. Assim como na primeira temporada, que contou com atores em episódios específicos, a segunda terá a mesma linha.

E unindo realidade e ficção, o ex-BBB Kaysar foi confirmado no elenco pelo próprio Rodrigo Lombardi. Além dele, João Côrtes e Monica Iozzi também farão participações.

Carcereiros

Divulgação/TV Globo
"Carcereiros" tem terceira temporada confirmada, e segunda irá ao ar ainda este ano na Globo

“Carcereiros” é livremente inspirado no livro de mesmo nome de Dráuzio Varella , que reconta diversos relatos desses profissionais que o médico cruzou ao longo dos muitos anos em que atuou nos presídios brasileiros. Porém, ao contrário do livro, que mostra relatos separados, com vários personagens, a série decidiu criar um só que personificasse todos eles.

Leia também: “Carcereiros” representa mudança de status na carreira de Rodrigo Lombardi

 “Nós criamos um personagem fixo e começamos a criar histórias originais. O livro do Dráuzio serviu de inspiração para nós, não se pode falar em adaptação convencional”, comenta Marçal Aquino, jornalista, escritor, roteirista e um dos autores da série ao lado de Fernando Bonassi e Dennison Ramalho.

Além de Rodrigo Lombardi , a série tem no elenco fixo Tony Tornado e Aílton Graça. A segunda temporada de " Carcereiros " terá oito episódio e vai ao ar na Globo no segundo semestre de 2018.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.