Tamanho do texto

Em entrevista ao IG, apresentadora fala das novidades da quarta temporada do programa da MTV e o contato com as famílias que visita

Depois de uma apresentação com família do circo que conviveu, Mareu chora e comemora o fato de ter conseguido superar alguns medos ao encarar uma plateia e subir em um trapézio após uma contusão. Ao escrever sua carta de despedida, em um dos momentos mais emocionantes do programa, Mareu comenta sobre como as famílias constantemente falam para ela sobre a como ela mudou a vida deles. Desse vez, o papel se inverteu. Mareu não só não queria deixar a casa da família, como comentou com carinho a  experiência. Esse episódio marcou a terceira temporada de “Adotada”, sucesso da MTV que ganha sua quarta temporada.

Leia também: Comedy Central lança programa que mistura História do Brasil com bons drinks

Apresentadora Maria Eugênia é responsável pela criação do programa que já foi indicado ao
Divulgação/MTV
Apresentadora Maria Eugênia é responsável pela criação do programa que já foi indicado ao "Emmy"

Entre barracos, discussões e intrigas, “Adotada” também tem uma boa dose sentimental. Como unir todos esses momentos e sentimentos em um programa só? A resposta é a ruiva Maria Eugênia Suconic , a Mareu, que, com sua personalidade inesquecível, consegue deixar o telespectador em um uma montanha-russa de emoções. Com três temporadas, o programa já esteve na casa de diversas famílias, das mais tradicionais até uma república, cada um com histórias e personalidades diferentes.

Leia também: "Eu não morro", brinca Ed Sheeran sobre papel em "Game Of Thrones"

Nova temporada

Em setembro de 2016 foi anunciado que “Adotada” era um dos programas indicados ao Emmy Internacional. O programa da MTV foi incluso na categoria “programa de entretenimento não-roteirizado” e, apesar de não levar a estatueta, a oportunidade deu um fôlego para a atração que logo foi renovada para a quarta temporada. Mareu confessa que ficou muito surpresa com a indicação. “A gente faz (o “Adotada”) com muito amor. Mas não imaginava que seríamos indicados a um Emmy ”, comenta.

Maria Eugênia embarca em uma nova temporada de
Divulgação/MTV
Maria Eugênia embarca em uma nova temporada de "Adotada", dessa vez ao redor do Brasil

“Adotada” retorna a programação da MTV na terça-feira (11), com mais barracos, confissões e malas cheias, além de uma novidade: dessa vez a atração vai se espalhar mais pelo Brasil. Mareu contou em entrevista ao iG que a principal mudança na quarta temporada é a inclusão de cidades fora do eixo Rio-São Paulo, onde a maioria das histórias estão concentradas. “Vamos viajar pelo Brasil . Vão ter famílias do Acre, João Pessoa, Natal”, conta a apresentadora. E o que muda nessas cidades? “Tudo”, ela comenta. O clima, a comida e tudo o mais fazem com que a dinâmica com as famílias se altere.

 “Mudar é bom”

A fala poderia muito bem ser relacionada a mudança física, já que Maria Eugênia está sempre com as malas prontas mas, na verdade, ela muda também de opinião. Para ela, essa parte é essencial, já que todos criamos uma primeira impressão quando conhecemos alguém.

Mareu, que ainda está gravando a temporada prestes a estrear, conta que sua primeira impressão tem que ser honesta, pois assim que chega e conhece as pessoas e o local, ela dá uma entrevista dizendo o que achou. Mas, de acordo com ela, “se a gente pode mudar, por que não?”. Ela conta que as famílias começam o programa querendo “atuar” e acabam agindo de maneira diferente na frente das câmeras. Mas a técnica cai por terra e logo todos esquecem da equipe e agem normalmente. É aí, conta Mareu, que é possível perceber realmente quem é quem.

Ela cita um caso recente, da nova temporada. Ao chegar, ela não se deu bem com a mãe logo de cara e elas passaram por uma saia justa. Mas depois, para sua surpresa, ela conseguiram se entender e se relacionar melhor.

Família, família

"Adotada" já colocou Mareu cercada de cachorro e até uma porca, em uma família viciada em academia, e no meio de conflitos familiares grandes, como filhos tentando confessar aos pais sua sexualidade . Porém, ela não sabe para onde está indo até a hora da visita. Apesar de ser a criadora da atração e produzir o programa, Mareu não se envolve na escolha das famílias, para gerar uma surpresa maior na sua chegada.

Com a família circense, em um episódio emocionante e cheio de risada e lágrimas
Divulgação/MTV
Com a família circense, em um episódio emocionante e cheio de risada e lágrimas

Ela ainda mantém contato com muitas famílias, ajudando até em conflitos que aconteceram depois da sua estadia na casa. Mareu ainda se diverte contando que em alguns casos amou a família ao chegar, mas depois de sete dias não via a hora de sair correndo.

Despedida

Um dos momentos mais emocionantes do programa é quando Mareu escreve sua carta de despedida. Para isso, Maria Eugênia conta com uma roteirista e uma técnica: só começa a escrever quando não tem mais nenhum contato com a família. Ela explica que, antes, escrevia sua carta na última noite. “Mas na manhã seguinte acontecia tanta coisa que mudava tudo o que eu queria dizer. Agora só começo a carta quando me despeço de todos”, conta.

Sempre de malas prontas, Mareu entra nas casas mais surpreendentes do Brasil em mais uma temporada de “Adotada” .

Leia também: Tony Ramos vive versão do Diabo em “Vade Retro”: "Gosto de me despojar"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.