Tamanho do texto

Arianne Botelho faz mistério sobre final da personagem de “A Lei do Amor” e comenta os desafios de interpretar a garota de programa: "pesquisei muito"

Aline começou “A Lei do Amor” já com uma fama ruim. A jovem tratava mal os pais e era obcecada por Tiago ( Humberto Carrão ). Inconformada com a vida simples que levava, era capaz de tudo para ser rica, inclusive vender seu corpo. Depois de uma briga com o pai Misael (Tuca Andrada), ela decide abandonar a pequena São Dimas. Quando retorna, ela anuncia que é garota de programa .

Leia também: em "A Lei do Amor", Marina é mesmo Isabela, mas há evidências contraditórias

Ariane Botelho comemora papel desafiador em
Carlo Locatelli/Agência Sagarana
Ariane Botelho comemora papel desafiador em "A Lei do Amor": "aprendi muito"

Para Arianne Botelho , que deu vida a Aline em "A Lei do Amor" , foi um desafio interpretá-la: “eu sempre procurei estudá-la e entender porque ela era assim”, comenta. A atriz contou em entrevista ao IG que  buscou compreender Aline, conhecer suas fragilidades e entender porque ela agia dessa maneira, mesmo sendo criada em uma família com boa estrutura, que lhe deu amor.

A questão é que a ambição de Aline fala mais alto. “Ela quer ser rica, que ter um marido rico”, completa Botelho. Para ela, ser garota de programa foi apenas o meio que ela encontrou de alcançar esses objetivos. Quanto aos momentos finais da personagem, Arianne não entrega muito: vai ser surpreendente. Não sei se as pessoas vão gostar, mas vai ser surpreendente”, diz, deixando o mistério no ar.

Reviravolta

A vida de Aline dá uma reviravolta depois de uma briga com o pai. Misael pega a filha seminua na cama e dá uma bela surra nela, em uma cena angustiante. “É como um balé”, descreve Arianne sobre a gravação do momento, dirigido por Natália Grimberg . Ela também elogia o colega Tuca Andrada , que faz Misael: “ele sempre foi muito generoso comigo. Levamos juntos a cena”, diz, e comenta que o intuito não era simplesmente que o momento fosse violento. “A ideia era mostrar um pai tentando educar a filha, como se fosse mais doloroso para ele fazer isso com ela”, completa.

Arianne em cena com Tuca Andrada em
Divulgação/TV Globo
Arianne em cena com Tuca Andrada em "A Lei do Amor"

Depois do momento, Aline decide deixar a cidade, e vemos a personagem ficar fora de “A Lei do Amor” por um período. Arianne conta que sabia que retornaria a novela, mas não em que contexto. “Eu não sabia que ia voltar como prostituta até uma ou duas semanas antes”, confessa. Enquanto estava afastada, ela conta que aproveitou para conhecer mais o Rio de Janeiro , viajar e ficar com a família.

Leia também: modelos revelam como funciona "book rosa"

Preparação

Aline choca a todos com seu retorno e, logo de cara se envolve com Tião ( José Mayer ). Para compreender essa nova fase da personagem, Arianne conta que se preparou muito. “Quando soube que ela faria ‘book rosa’ comecei a fazer pesquisa imediatamente”, conta. Arianne, então mergulhou em filmes e documentários com a temática. Ela cita os longas “Atração Fatal” e “A Malvada” , que exploram a temática da obsessão, seja por fama, poder ou dinheiro.

Além disso, ela reassistiu aos momentos da maldosa Maria de Fátima ( Glória Pires ) em " Vale Tudo" , para se inspirar.  Por fim, ela acompanhou um documentário que trazia a história de várias jovens que entram no mundo da prostituição como Aline, por vontade própria.

Estreia nas novelas

“A Lei do Amor” foi o primeiro folhetim de Arianne. A atriz fala com muito carinho sobre esse momento da carreira: “foi uma honra e um privilégio”, comenta da experiência. “Essa novela me ensinou muito, amadureci profissionalmente e a Aline foi um desafio desde o começo”, completa. Ela também não poupa elogios aos colegas, e diz que aprendeu muito com seus companheiros de cena, incluindo Vera Holtz , José Mayer e Emanuelle Araújo .

A atriz como Lena em
Divulgação/TV Globo
A atriz como Lena em "Amorteamo"

Apesar de ser a primeira novela, estreando no horário nobre, Botelho já participou de outra produção da emissora. Em 2015 ela foi Lena na micro série “Amorteamo” que, em cinco capítulos, contou histórias de amor e morte.

Comparando os dois formatos, Arianne diz que tudo foi diferente. “A série foi um trabalho mais artístico, mais minucioso. A obra era fechada em cinco capítulos então sabíamos desde o inicio o caminho da personagem”, explica.

Já a novela, mais longa, é também mais aberta a mudanças, como as que ocorreram com Aline em “A Lei do Amor” . Arianne comenta que as duas personagens são muito diferentes, fato que ela celebra por conta do desafio artístico.   

Mudanças

“Eles ficaram muito surpresos”, Arianne fala sobre a reação dos pais ao saberem da reviravolta da personagem. “Eles sempre me apoiaram muito então ficaram muito felizes, pois é uma oportunidade de mostrar o meu trabalho”, completa. Para viver Aline, Arianne se mudou para o Rio de Janeiro. A atriz paulistana de 23 anos ficou na capital fluminense até o fim do folhetim. Agora, com “A Lei do Amor” chegando a sua reta final, ela vai voltar para São Paulo, onde já planeja seus próximos passos. “Quero focar nos estudos. Assim que chegar em São Paulo vou procurar um curso de cinema”, conta empolgada. Enquanto estuda, ela planeja um projeto no teatro que ainda não pode comentar.

Caruru do amor ❤

Uma publicação compartilhada por Arianne Botelho 🌻 (@arianne.botelho) em

Aline, assim como os outros personagens de “A Lei do Amor” terão seu final decidido essa semana. O folhetim chega ao fim na sexta-feira (31), dando lugar a “A Força do Querer” , de Glória Perez.

Leia também: "A Força do Querer": veja quem é quem na próxima novela das nove

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.