Tamanho do texto

Preparamos um tutorial para quem não aguenta mais ouvir falar da série, mas nunca teve contato com o hit da HBO, que volta ao ar neste domingo

Neste mundo polarizado em que vivemos, o tecido social se esgarça pela tensão entre duas visões opostas. De um lado, quem ama "Game of Thrones" (GoT para os íntimos) e mal disfarça a ansiedade por este domingo (14), quando estreia a oitava e última temporada da série de TV da HBO que é sucesso no mundo inteiro desde que entrou no ar em 2011. Do outro, quem não assistiu e tem raiva de quem assiste. 

Leia também: Brasil é o segundo país que mais tweeta sobre "Game of Thrones"

Game of Thrones: Guia para quem nunca assistiu a série
Divulgação
Game of Thrones: Guia para quem nunca assistiu a série


Caso você não seja antiGoTista e, pelo contrário, queira saber que " Game of Thrones " é esse, segue uma lista de perguntas (bem) básicas para se enturmar e aproveitar o final da festa — o último dos seis derradeiros capítulos vai ao ar em 19 de maio.

ATENÇÃO: contém todo tipo possível de SPOILER.

De onde surgiu "Game of thrones"? Tem uns livros, certo?

Sim! " GoT " se baseia na série de romances de fantasia "Crônicas de gelo e fogo", de George R. R. Martin. O primeiro livro, publicado nos EUA em 1996, se chama justamente "Game of thrones"/"Guerra dos tronos". Até agora, George escreveu cinco de sete livros prometidos, deixando a TV com a responsabidade de terminar a história antes dele.

E qual é a história?

Game of Thrones
Divulgação
"Game of Thrones"


Tudo se passa em um mundo imaginário, numa era equivalente à nossa Idade Média. Quase tudo acontece em Westeros (que, veja só, fica no west /oeste do mapa), dividido em sete reinos — saber qual é qual já é nível intermediário, estamos no básico. Até o início da série, estava tudo relativamente calmo em Westeros, com todas essas nações governadas por um mesmo rei, que comanda do Trono de Ferro (feito com espadas de inimigos derrotados) na capital de King's Landing. 

Aí, por uma série de questões paralelas, entramos em uma guerra civil (daí a "guerra dos tronos") — usando referências da cultura pop, é uma mistura de "O poderoso chefão" com "O Senhor dos Anéis".

No final da temporada anterior, foi declarado um cessar-fogo por causa de uma ameaça maior: está chegando pelo norte uma horda de milhares de zumbis do gelo — os chamados "white walkers" — liderados pelo misterioso Rei da Noite. Não se sabe qual seu objetivo final (até porque eles não falam), mas eles vão destruindo tudo em seu caminho, incorporando inimigos mortos para o seu exército e parecem, no momento, invencíveis. 

Leia também: Caminhos possíveis para a última temporada de “Game of Thrones”

Quem pode ganhar o "jogo dos tronos"?

Ao longo de 67 capítulos de "Game of Thrones", vários reis já foram mortos e postos. E, às vésperas da úlltima temporada, entre um elenco de dezenas de personagens, os principais jogadores são os seguintes:

DAENERYS TARGARYEN (Emilia Clarke)

Única herdeira da família que governou Westeros por séculos, ela cresceu no exílio em Essos (isso, o continente do east /leste), casou com líder bárbaro, ficou viúva e aos poucos, libertando escravos, conquistando corações e cidades, foi criando seu exército. Agora está de volta para conquistar os Sete Reinos com um gigantesco exército invasor e totalmente fiel a ela. Ela leva uma grande vantagem no campo de batalha por ter ao seu lado dois dragões — eram três, mas os zumbis mataram e "roubaram" um.

JON SNOW (Kit Harington) 

Jon cresceu pensando que ser o filho bastardo do antigo governante do gélido Norte, Ned Stark. Comeu a neve que o diabo amassou e, após inúmeros grandes feitos (o que inclui ter ressuscitado), foi coroado Rei do Norte e iniciou um affair com Daenerys. Acontece que, como sabem alguns personagens e milhões de espectadores, Jon não é bastardo: é filho de um Targarien e uma Stark e, de acordo com algumas interpretações, tem prioridade ao trono de Westeros. Detalhe: Daenerys é sua tia. Como diz o refrão que ficou famoso, "você não sabe nada, Jon Snow".

CERSEI LANNISTER (Lena Headey)

Até ser destronada, Cersei ainda é a Rainha de Westeros: seu plano é deixar Daenerys e Jon enfrentarem zumbis no norte enquanto ela espera no sul com um exército de mercenários Como outros protagonistas, a loira poderosa e vingativa também enfrentou dificuldades. Perdeu o marido (mandou matá-lo, na verdade), algumas batalhas (não tem dragões...), o pai, os três filhos e, mais recentemente, o afeto de seu irmão Jaime - pai dos três filhos. (Sim, outra relação incestuosa: se você tem problema com isso - e com cenas violentas, tortura psicológica e o pior lado do ser humano — talvez não seja o programa para você.)

Correndo por fora:

TYRION LANNISTER (Peter Dinklage)

O anão, irmão caçula de Cersei e Jaime, cresceu desprezado pela família e é um dos personagens preferidos do público, dono das melhores tiradas. Tendo iniciado como um sujeito amoral e egoísta, agora está do lado dos "bonzinhos" Jon e Daenerys, a quem jurou lealdade (e por quem talvez sinta um pouco de ciúme). Se tudo der errado pros três aí de cima, o Trono de Ferro pode sobrar para Tyrion, que já demonstrou diversas habilidades como governante e estrategista.

SANSA E ARYA STARK (Sophie Turner e Maisie Williams)

As irmãs Stark, adivinhe, também passaram por mais bocados. Sansa, que sonhava em ser princesa, deixou-se manipular mas hoje dá as cartas. Arya ficou anos na estrada após a morte do pai, Ned, e treinou em Essos para se tornar uma assassina letal. No momento as duas estão em Winterfell, cidade que durante séculos foi governada por sua família. Muitos fãs veem nelas uma esperança de que algum tipo de matriarcado prevaleça - nem que seja em apenas um dos sete reinos.

Leia também: Destemida, Arya Stark deu o tom da evolução dramática de "Game of Thrones"

O que é essa históra de "o inverno está chegando"?

Game of Thrones
Divulgação
"O inverno está chegando"


Existe uma questão climática real em "Game of Thrones": as estações em Westeros duram anos. Após mais de uma década de verão (o mais longo de que se tem memória), aos pouquinhos o inverno foi chegando aos poucos. Ao mesmo tempo, vem do extremo norte uma horda de zumbis do gelo (com um dragão zumbi de gelo, não se esqueça). De maneira metafórica também servem como um inverno metafórico que está chegando.

Além de dragões e zumbis, existem outros elementos fantásticos na série?

Game of Thrones
Divulgação
"Game of Thrones"


Alguns, que foram ganhando proeminência com o decorrer da série. O paraplégico Bran Stark (mais um filho de Ned; Jamie Lannister jogou ele da janela no primeiro episódio) tem o poder de controlar animais e, através de uma conexão com árvores sagradas, viajar no tempo e testemunhar tudo o que já aconteceu no continente de Westeros. Existem mil teorias dos fãs sobre como este dom pode ser fundamental para a resolução da série — no mínimo, ele já descobriu os verdadeiros pais de Jon.

Mas a magia está no ar. Já surgiram vários personagens que demonstraram ter algum tipo de poder sobrenatural. A bruxa Melisandre, por exemplo, já demonstrou ter poderes mágicos (ela ressuscitou Jon Snow), mas também fez algumas profeciais furadas.

Há diferença entre os livros e a série?

Game of Thrones
Divulgação
"Game of Thrones"


Inúmeras, mas superficiais. Para tornar a narrativa mais escorreita, os produtores David Benioff e D.B. Weiss cortaram e fundiram diversos personagens e simplesmente abandonaram enredos inteiros.

Mais adiante, quando a história de  Game of Thrones  " alcançou o quinto e último livro publicado, "A dança dos dragões" (2012), eles começaram a improvisar em cima de uma linha geral passada pelo criador da série, George R. R. Martin. Só essas três pessoas sabem se o final que veremos na TV corresponde ao que (um dia, talvez, quem sabe) virá nos livros. É esperar para ver. 

    Leia tudo sobre: Game of Thrones
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.