Tamanho do texto

“Game of Thrones” chega ao fim em 2019 e as possibilidades se afunilam conforme o final se aproxima. Veja como a série pode terminar

Os fãs de “Game of Thrones” tem que esperar 595 dias para finalmente voltar a assistir uma das séries mais comentadas da última década. Não que alguém esteja contando os segundos, mas esse tempo todo deu muita oportunidade para especular e analisar os possíveis desfechos da produção.

elenco da série game of thrones
Divulgação
"Game Of Thrones"

Quando voltar a ser exibida na HBO em 14 de abril, “ Game of Thrones ” vai estar a seis semanas de seu derradeiro final, que pode acabar em tragédia ou em final feliz, mas com certeza deixará saudades.

Leia também: Rainha de Westeros? Seis razões que expõem o merecimento de Cersei Lannister

A briga pelo trono – que lá em 2011 era disputada por muita gente, tem duas mulheres na liderança, mas uma ameaça ainda mais profunda, que vem dos mortos-vivos além da muralha. Mas, antes de pensar no futuro, vamos relembrar o passado.

Como acabou?

personagens da serie game of thrones
Divulgação
"Game of Thrones"

A sétima temporada da série teve muitas emoções, como a chegada de Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) em Westeros e seu encontro com Jon Snow (Kit Harrington), o retorno de Arya (Maisie Williams) a Winterfell e a vingança contra Mindinho (Aindan Gillen).

O último episódio teve 80 minutos e uniu, pela primeira vez, os principais personagens no mesmo ambiente. A ideia era justamente conseguir uma trégua na batalha pelo reino para focar no Rei da Noite e seu exército, cada vez mais próximo de Westeros.

Além disso, ficou confirmado que Jon é mesmo um Targaryen, e o verdadeiro herdeiro ao trono, enquanto ele e Daenerys tiveram sua primeira noite juntos.

O fim do episódio também mostrou que a ameaça está mais forte ainda, já que o Rei da Noite, com seu dragão de gelo, destruiu parte da muralha e já está a caminho do reino.

via GIPHY


Antes da destruição

jon snow e arya stark em cena de game of thrones
Reprodução
Jon e Arya se encontrarão pela primeira vez desde a primeira temporada

É possível cravar que a batalha com o Rei – ou pelo menos uma batalha com Os Outros – vai acontecer antes do episódio final. Mais precisamente no terceiro episódio, quando ocorrerá a “Batalha de Winterfell”.

Mas antes disso podemos esperar um emocionante e tenso encontro no Norte. Jon, que a essa altura está mais do que próximo de Daenerys, já dobrou o joelho para a Rainha Targaryen, mesmo contra a vontade do Norte e de sua irmã Sansa (Sophie Turner). Quando eles retornarem, a ruiva não verá com bons olhos a presença da Mãe dos Dragões.

“Sansa está ameaçada. Ela trabalhou duro pelo controle do Norte e sente que Jon deveria ser leal. É frustrante ter Daenerys, que ela acha que está manipulando Jon, no controle”, contou Sophie ao TV Insider.

A tensão permanece entre Jon e Arya. Os dois irmãos eram muito próximos, mas não se viam desde quando deixaram sua casa – o que aconteceu na primeira temporada.

via GIPHY


O reencontro dos dois é muito aguardado pelos fãs, mas de acordo com Harrington, não será tão caloroso como se imagina: “Eles tiveram vidas brutais desde que o vimos juntos no começo da série. Isso mudou eles”, comentou o ator. Imagina quando Jon descobrir o que a irmã consegue fazer com a espada que ganhou?

via GIPHY


Um intruso no Norte

ator de game of thrones em cena da serie
Divulgação
Jamie Lannister está a caminho do Norte para encontrar Daenerys e Jon

Daenerys pode não ser tão bem-vinda, mas ela não é uma inimiga do norte. Como será, então, quando Jamie (Nikolaj Coster-Waldau) chegar completamente sozinho e der de cara com Bran (Isaac Hempstead Wright), quem ele derrubou de uma torre anos atrás.


A essa altura o caçula dos Stark não é mais o mesmo, mas será interessante ver se ele irá preferir a vingança ou vai focar nas necessidades mais urgentes?

Por enquanto não ficou claro se Bran consegue ver o futuro, mas se ele vasculhar o passado verá a profecia feita muitas anos antes a uma jovem Cersei (Lena Headey). Uma das teorias aventadas pelos fãs nos últimos tempos é que Jamie é o “Valonqar” (irmão mais novo) que vai matar a rainha.

De acordo com a história, Cersei visitou uma bruxa que previu que ela teria todos os filhos mortos e seria assassinada pelo irmão mais novo, que ela sempre acreditou ser Tyrion (Peter Dinklage). Mas, o que a sétima temporada deixou bem claro é que Jamie e Cersei não são mais aliados.

Jamie teve um dos melhores desenvolvimentos de personagens da série e foi de vilão a redentor. Ele perdeu a mão, ajudou Brienne (Gwendoline Chirstie), questionou as decisões absurdas da irmã, incluindo sua aliança com o nada confiável Euron Greyjoy (Johan Philip Asbæk), ajudou Tyrion e partiu para o Norte para lutar contra o Rei da Noite.

Foi um dos personagens mais interessantes de acompanhar, mas seu fim trágico é quase certeiro. Os Lannisters estão fadados ao fracasso, e ter um filho com sua irmã gêmea para comandar o Reino não é uma boa previsão. Ele deve, no entanto, ter sua redenção ao matar a irmã – e morrer em seguida.

Vitória do rei da noite

personagem rei na noite em cena de game of thrones
Divulgação
Rei da Noite

Vamos ser realistas? Nem o autor do livro e nem a série tem medo de matar personagens. Se o Rei da Noite acabar com Winterfell, ainda há um longo caminho até que os Caminhantes cheguem a Porto Real. Eles têm um dragão de gelo, e seu exército cresce conforme eles conquistam.

via GIPHY


Essa é uma possibilidade, inclusive aventada pela própria HBO no teaser lançado na última semana. Destruiria nossos corações? Sim, mas alguma vez essa série se preocupou com isso? (RIP Ned Stark, Robb Stark, Oberyn Martell, etc, etc).

Mas, é verdade, a vitória do Rei da Noite parece menos provável, ainda mais considerando que a batalha de Winterfell ocorrerá no terceiro episódio, deixando outros três pela frente.

O fim é para todos

personagem cersei lannister em cena de game of thrones
Divulgação
Cersei Lannister (Lena Headey)

Existem muitas teorias sobre quem vai vencer, embora a torcida principal seja por Jon e Daenerys (e o possível herdeiro dos dois), mas ainda há o momento de descobrir a verdade. Saber que você está apaixonado e possivelmente esperando um filho da sua tia rende muitas sessões de terapia. Esse descobrimento pode afetar a relação dos dois e o resultado menos incomodo poderia ser a morte de um deles.

via GIPHY


Ninguém está a salvo, nem mesmo os personagens menores, mas um personagem que merece seu momento ao sol é Sandor Clegane (Rory McCann). Ele foi queimado pelo irmão – e apesar de ser violento e não seguir regras, fez o que pode ao longo da série para proteger tanto Sansa quanto Arya.

Quando reencontrou o irmão Gregor Clegane (Hafthór Júlíus Björnsson) ele disse: “seu fim não será esse. Você sabe quem vem vindo, sempre soube”, indicando que a morte do Montanha virá, e será pelas suas mãos, outro momento aguardado pelos fãs, chamado de “CleganeBowl”.

Tyrion, Arya, Sor Davos (Liam Cunningham), Sam Tarly (John Bradley-West), Varys (Conleth Hill) e a pequena e amada Lyanna Mormont (Bella Ramsey) estão na lista dos menos prováveis de ter um fim trágico. Mas em “Game of Thrones” o destino de ninguém é garantido.

O futuro de “Game of Thrones”

ator peter dinklage em cena de game of thrones
Divulgação/HBO
Tyrion Lannister (Peter Dinklage)

Idealmente, Jon e Danenerys ganhariam a batalha final contra Cersei e reinariam juntos, enquanto Tyrion serve como mão e Sansa como Lady de Winterfell. Arya vai fazer o que quer que queira, e Bran vai observar o mundo.

Cersei tem seu merecido final e Euron é morto por Theon Greyjoy (Alfie Allen) que, de quebra, consegue salvar a irmã. Brienne virá comandante da Guarda Real e Davos tem a mereceida aposentaria em algum lugar perto do mar.

Seria um belo final, mas também um bastante improvável. Entre Tyrion, Daenerys e Jon, é possível prever que ao menos um não chegará ao final, enquanto Euron pode vencer Theon e seguir isolado na Ilha de Ferro.

Se Cersei ganhar, os dois se casam e seguem comandando os Sete Reinos que, de uma forma ou de outra, teria uma espécie de paz – já que Cersei já eliminou boa parte de seus inimigos, incluindo os Tyrell e os Martell ao sul.

Mas, se a ameaça d’Os Outros chegar ao sul e derrotar os Lannister o final seria bem apocalíptico. Afinal, os mortos não tem uma motivação política, e continuariam destruindo as pessoas até onde pudessem.

A temporada final de " Game of Thrones " estreia dia 14 de abril na HBO

    Leia tudo sobre: game of thrones