Tamanho do texto

Terceiro episódio da oitava e última temporada de "Game of Thrones" será o mais longo e promete fortes emoções com a esperada Batalha de Winterfell

O inverno já chegou e o fim de “Game of Thrones” também. Mortes, batalhas épicas, personagens inesquecíveis, drama, intrigas e sangue (muito sangue!) tomaram conta da trama exibida pela HBO, desde o começo, lá em 2011.

Leia também: Jon Snow é o personagem mais buscado de "Game of Thrones" na web

undefined
Divulgação
O que esperar da aliança entre Dany e Jon no oitavo ano?


A oitava e última temporada de “ Game of Thrones ”, que estreia no próximo dia 14 de abril, na HBO , nos deixará com mais saudades ainda da premiada série. E, ao que tudo indica, um episódio em especial sobre a tão esperada Batalha de Winterfell , o mais longo, chamará nossa atenção.

“É, de longe, a nossa maior temporada. São apenas seis episódios, mas foi o mais longo tempo que já gravamos, a maior equipe, os extras, os dublês. Mais pessoas pegaram fogo. Foi intenso”, revelou o produtor executivo da série, David Benioff, sobre o terceiro episódio da atração.

Em entrevista à TV Guide, o elenco da série comentou sobre a última temporada, deixando os fãs ainda mais ansiosos, principalmente quando o assunto é a relação entre Daenerys Targaryen e Jon Snow que, na verdade, é Aegon Targaryen, sobrinho dela. Os dois ainda não sabem do parentesco e acabaram se apaixonando, sem saber a verdade.

Leia também: "Game of Thrones": As expectativas dos fãs para a última temporada da série

“Quando eles descobrem a verdade, ela acaba em um lugar incrivelmente frágil. Jon é a única segurança dela”, revelou Emilia Clarke, intérprete da Mãe dos Dragões. Sobre a relação proibida, Kit Harington é enfático: “Ele não é o tipo de pessoa que pode, conscientemente, pular na cama com um parente”, disse.

E quem também está de olho nessa relação, além dos telespectadores, é Tyrion Lannister, principal conselheiro de Dany: “Ele entende o perigo potencial para todo mundo se o relacionamento for para o sul”, brincou Peter Dinklage, intérprete do herdeiro da casa Lannister.

Longe de saber a verdade sobre o irmão bastardo, está Sansa Stark, a Senhora de Winterfell, que se sentirá ameaçada com a chegada de Daenerys ao seu lar. “Sansa está ameaçada. Ela trabalhou muito para controlar o Norte e parece que Jon deve ser leal a ela. É frustrante ter Daenerys, que ela acha que está manipulando o irmão, entrar e assumir o controle”, contou Sophie Turner, intérprete da ruiva.

Do outro lado de Westeros, Cersei Lannister, a temida Rainha, está no poder e já deixou claro que não sairá de lá tão cedo. Apesar de dizer aos “aliados” do Norte que enviaria suas tropas para lutar contra o Exército dos Mortos, a leoa está, secretamente, planejando manter seus soldados em casa para defender sua cidade.

Tudo isso resultou na ruptura de sua relação com Jaime, seu irmão gêmeo e amante, mesmo depois de ter revelado que espera seu quarto filho. “Cersei está com medo, mas ela permanece em sua rota de segurança, que é a sobrevivência e uma frente corajosa”, contou Lena Headey, intérprete da loira.

Leia também: Antes e depois: veja as mudanças do elenco de “Game of Thrones”

Já Nikolaj Coster-Waldau, que dá vida ao gêmeo de Cersei, acredita que deixar a irmã para trás é o melhor para ela e para o filho: “Não há futuro sem derrotar a ameaça”, disparou.

A oitava temporada de “ Game of Thrones ” está prestes a ir ao ar e já estamos ansiosíssimos para saber o que acontecerá na Batalha de Winterfell.

    Leia tudo sobre: Game of Thrones
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.