O apresentador Danilo Gentili decidiu expor o que pensava do fato do presidente Jair Bolsonaro aparecer na manifestação, que aconteceu no último domingo (19), em Brasília, na qual as pessoas desrespeitaram a quarentena e se aglomeraram pedindo a intervenção militar . Como de costume, a opinião do humorista dividiu opiniões nas redes sociais.   

Leia também: Danilo Gentili diz que vai processar Celso Portiolli; entenda

Bolsonaro, Danilo Gentili arrow-options
Reprodução/Instagram
Danilo Gentili fez críticas a atitude de Bolsonaro e dividiu opiniões


“Repudio qualquer liderança que incentive, fomente ou flerte com aglomeração pedindo intervenção militar/ditadura. Repudiei isso na esquerda e repudio na direita. Isso é antidemocrático, traição à pátria e aos eleitores que buscavam o aprimoramento da democracia e das liberdades”, escreveu Danilo Gentili no Twitter.

Leia também: Maria Flor recebeu ameaças por vídeo que fez contra Bolsonaro

Um seguidor comentou: “Dá uma ideia melhor pra tirar o Nhonho”. O apresentador respondeu: “Você acha mesmo que Bolsonaro quer dar golpe pelo País e não por que tem um projetinho particular de poder? Ele que pediu pra ser presidente e presidente faz política. Se ele não quer resolver como um presidente resolve, renuncie. Quem pede fechamento de instituição é ditador e traidor”.

Outro seguidor escreveu que nenhuma revolução acontece apenas na conversa e logo Danilo rebateu: “Quem quer revolução é revolucionário. O conservador sabe que o que toda revolução gerou foi uma família mimada no poder. Que Deus nos livre disso. Bolsonaro pediu pra ser presidente, e presidente faz política. Quem faz revolução é ditador e traidor da pátria”.

Leia também: Âncora argentino chama Bolsonaro de "imbecil" por minimizar riscos da pandemia

Sempre polêmico, Danilo Gentili recebeu apoio e também críticas. “Repudio quem se oponha ao direito de manifestação ! Sou gado do Bolsonaro por um Brasil melhor”, disse uma pessoa. “Só um detalhe. Não estamos em democracia coisa nenhuma”, escreveu uma mulher que foi rebatida por outro seguidor: “Deixa eu ver se entendi, tem um presidente eleito democraticamente, então a boiada vai à rua fazer protesto pra acabar com a democracia, mas não estamos em uma democracia”.

    Veja Também

      Mostrar mais