Tamanho do texto

Tribular Comercial de Madrid descartou o processo de Liván Castellano Valdés contra Shakira e o produtor Carlos Viver sobre a música La Bicicleta

O Tribunal Comercial de Madrid descartou o processo de Liván Castellano Valdés contra Shakira e o produtor Carlos Vives, no qual ele os acusa de plágio com a canção La Bicicleta . De acordo com informações do jornal 20 Minutos , da Espanha,  a decisão foi revelada na manhã desta quinta-feira (16) e ainda cabe recurso.

Leia também: Shakira é intimada a comparecer à Justiça por fraude fiscal

shakira
Reprodução
Shakira


O julgamento do caso aconteceu em março e Shakira defendeu a "completa originalidade" de sua música, afirmando que não conhecia Castellano. A cantora também afirmou que Yo Te Quieto Tanto , do cubano, não tem melodia e nem temáticas semelhantes com La Bicicleta .

Leia também: Após sete anos, Shakira anima São Paulo com show repleto de hits

O jornal espanhol relatou que a cantora relatou no tribunal que Carlos lhe enviou a demo da música e ela ainda contribuiu com mais um refrão. O juiz acabou entendendo que a frase supostamente plagiada, "yo te quieto tanto" se trata de "uma expressão comum, usada em todos os tipos de canções e textos".

Leia também: Shakira é denunciada na Espanha por sonegação fiscal

Para o juiz,  Shakira foi "coerente" e "detalhada" e ainda acrescentou que "quanto à melodia não há coincidências e a velocidade do ritmo e da harmonia também são diferentes".