Tamanho do texto

Jussie Smollett, acusado de forjar um ataque racista contra si, teve as acusações do caso abandonadas. Ele somente deverá pagar uma multa; veja

Jussie Smollett, que havia sido indiciado por forjar suposto ataque racista e homofóbico contra ele mesmo, não irá mais a julgamento. Informações do  TMZ apontam que os advogados do ator de “Empire”  entraram em acordo com os promotores de Chicago, assim, ele deverá apenas pagar uma multa de US$ 10 mil.

Leia também: Caso Jussie Smollett: polícia investiga se ator armou a própria agressão

Jussie Smollett
Divulgação
Jussie Smollett

A ideia de abandonar as acusações partiu da promotora chefe, Kim Foxx, que declarou para as autoridades que Jussie Smollett seria apenas condenado a prestar serviço comunitário se o caso fosse a julgamento. Segundo fontes do TMZ , o caso da promotoria "se desintegrou" nas últimas semanas.

Leia também: Jussie Smollett se diz inocente em primeira audiência no tribunal

Em nota, os advogados do ator declararam a inocência de Smollett dizendo: "Jussie foi atacado por duas pessoas que ele não conseguiu identificar em 29 de janeiro. Ele foi uma vítima, mas foi tratado como vilão e criminoso, graças à declarações falsas e inapropriadas feitas ao público [pela polícia]". 

Segundo a polícia local, ele armou a agressão porque queria um salário maior na série de TV em que trabalha.

O caso de Jussie Smollett

Jussie Smollett
Divulgação
Jussie Smollett

O ator declarou ter sido agredido no dia 29 de janeiro por dois homens. Os supostos agressores também teriam proferido ofensas racistas e homofóbicas a ele, além de gritarem frases de apoio ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Com as investigações, a polícia de Chicago concluiu que Smollett havia pagado aos presumidos agressores, que são irmãos, uma quantia equivalente a pouco mais de R$ 13 mil para simular o ataque e, com isso, ele acabou detido e só foi liberado após o pagamento da fiança.

Os irmãos acusados de participarem da encenação alegaram, por meio de sua advogada, Gloria Schmidt, que o cheque usado pela polícia como prova do caso seria, na verdade, para quitar uma dívida de personal training. Smollett estaria realizando condicionamento físico com eles para melhorar a performance na série, explicou Gloria ao “Good Morning America”, programa da TV americana.

Leia também: Após prisão, atores de “Empire” pedem a demissão de Jussie Smollett

Jussie Smollett se diz inocente de todas as acusações desde o início do caso, mas isso não impediu que outros membros do elenco de “ Empire ” pedissem a demissão dele do seriado, sob a justificativa de que toda essa polêmica proporciona uma publicidade negativa para a produção da Fox .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.