Tamanho do texto

Cantora dividiu opiniões ao compartilhar um vídeo interpretando a canção Shallow, de Lady Gaga; Na quarta (27) cantora deu declarações polêmicas

Na últimas 24 horas Paula Fernandes, de 34 anos, marcou seu retorno aos holofotes em peso. Logo na madrugada de terça-feira (26) a cantora atualizou sua conta do Instagram para compartilhar um vídeo interpretando a canção Shallow , em homenagem ao prêmio conquistado por Lady Gaga na cerimônia do Oscar. No dia seguinte, a artista dividiu os internautas ao fazer declarações sobre violência obstétrica no “Encontro”.

Leia também: Paula Fernandes curte folga e compartilha clique de biquíni em cima de prancha

Paula Fernandes passa por 24 horas de humilhação
Divulgação
Paula Fernandes passa por 24 horas de humilhação

Em estúdio, a Paula Fernandes deu uma pausa nas composições para cantar uma das faixas que embalam o filme “Nasce Uma Estrela”, protagonizado por Lady Gaga e Bradley Cooper. Todavia, durante as pequenas cenas a cantora desafina, demonstra pouco domínio sob a letra da canção  e chega a dar o famigerado “embromation”.

Leia também: Paula Fernandes posa de topless durante férias em Minas Gerais

Apesar de ter recebido inúmeros elogios, o vídeo da cantora viralizou entre os apreciadores de música pop, que zombaram da falta de extensão vocal de Paula para interpretar a canção tão bem quanto os atores do filme.

Na quarta-feira (27) Paula marcou presença no “Encontro”com  Fátima Bernardes para falar sobre seu novo livro, “ Pássaro de Fogo ”, e prover o entretenimento musical na atração.

Sob o tema “violência obstétrica”, tipo de agressão verbal ou física direcionada às gestantes, Fátima mostrou vários relatos de mulheres assediadas no telão do programa. Abrindo o debate para a artista, Fátima questionou: “É um momento que te causa uma certa preocupação, Paula, você que ainda não é mãe?”.

Fernandes disse estar chocada, porque, embora não tenha filhos, pensa ter. Em seguida, ela disse: “A mulher já é sensível por natureza, né? Então obviamente chega esse momento delicado de você colocar uma vida no mundo… você está arriscando a sua vida, a vida do bebê e ser tratada dessa forma. Eu fiquei chocada com os depoimentos”, continuou. O comentário gerou uma onda de críticas no Twitter.

“Paula (que não é mãe) diz que “mulher é sensível por natureza, na hora do parto deve ser mais ainda". Não, meu bem. Mulher é fod* para um caralh* por natureza. Para parir tem que ser nada menos do que Fod*”, disse uma seguidora.

“Bicha... não da pra te defender”, escreveu outro internauta na rede social. “Falou pouco, mas falou bosta Paula”, acrescentou mais uma navegante da web.

Leia também: De maiô vermelho, Paula Fernandes curte dia ensolarado e recebe elogios dos fãs

Atualmente Paula Fernandes têm trabalhado na divulgação de sua autobiografia intitulada “Pássaro de Fogo”. O livro foi lançado em meados de dezembro de 2018 e pode ser encontrado em inúmeras livrarias brasileiras.

    Leia tudo sobre: músicas