Tamanho do texto

Nas redes sociais, muitas famosas estão se manifestando sobre as acusações de assédio sexual contra o médium João de Deus. Veja aqui alguns casos

 Após denúncias de assédio sexual contra o médium João de Deus , muitas famosas estão se manifestando nas redes sociais, como a apresentadora Xuxa , Fernanda Lima, Maria Ribeiro e Maria Casadevall. 

Leia também:   Oprah Winfrey apaga entrevista com João de Deus e se pronuncia sobre denúncias

Famosas se pronunciam sobre médium João de Deus
Reprodução/Instagram/Grosby Group
Famosas se pronunciam sobre médium João de Deus


 No Instagram, Xuxa foi uma das famosas que compartilhou uma declaração sobre o caso. Em um vídeo postado nesta quarta-feira (13) no Instagram, a apresentadora falou sobre o médium, “Oi gente. Eu estou aqui para falar sobre seu João de Deus. Quero dizer para vocês que eu conheci, eu fui lá fazer uma gravação que não foi ao ar na Rede Globo , a entrevista que eu fiz com ele. Mas eu conheci e tive um carinho muito especial por ele, gostei daquela pessoa que eu conheci lá. Infelizmente eu me enganei e me enganei feio”.

 A apresentadora ainda pediu desculpas para seus fãs. “Então, eu estou vindo aqui para pedir desculpas para vocês porque eu já coloquei falando sobre ele, eu divulguei o documentário dele, falei que era uma pessoa legal. Me sinto na obrigação de dizer a todos vocês e eu estou até um pouco envergonhada com tudo isso. E falando em vergonha, eu queria que vocês entendessem que essas pessoas não falaram no passado, por vergonha, por medo, querendo esquecer tudo isso. Mas eu quero dizer para todas vocês mulheres que passaram por isso que eu estou com vocês. Sinto muito, muito mesmo. Um beijo a todos vocês”, declarou ela.

Leia também:  Mais cinco mulheres acusam cineasta francês Luc Besson de assédio sexual

Muitas outras famosas se manifestaram sobre o caso de João de Deus. A apresentadora Fernanda Lima disse que o sistema sempre vai questionar a vítima nesses casos. “Quando uma mulher rompe o silêncio e denuncia uma agressão, a primeira reação desse sistema de opressão é questionar a vítima e nunca o agressor. Por isso, precisamos segurar a mão uma das outras e nos apoiar. Juntas, vamos denunciar, exigir justiça e assim sabotar as engrenagens do sistema de opressão machista e misógino".

A atriz Maria Casadevall destacou que essas mulheres não são loucas e sim vítimas. “Estas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar.

Leia também:  Condenando por estupro, Bill Cosby é aclamado ao chegar a penitenciária

Já Maria Ribeiro prestou solidariedade às mulheres vítimas do médium: "Mais do que nunca, ninguém solta a mão de ninguém. Precisamos ser muitas - e fortes - para apoiar cada mulher vítima do machismo, da violência, do patriarcado. E precisamos ser grandes, para - quando possível - explicar pros caras que o mundo mudou. Que a gente merece respeito”. Muitas outras famosas como Zezé Polessa, Letícia Colin, Bruna Linzmeyer, Alice Wegmann e Marina Mosche também se pronunciaram sobre o caso e prestaram solidariedade às mulheres que sofreram abuso sexual.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.