Tamanho do texto

A super modelo brasileira deu uma entrevista exclusiva para o programa "Conversa com Bial" e revelou detalhes íntimos da sua carreira e vida

A modelo brasileira Gisele Bündchen foi entrevistada na última sexta-feira (9) por Pedro Bial em seu programa "Conversa Com Bial ", exibido na Globo . Na entrevista, Gisele mostrou os diários que mantinha na adolescência e revelou que foram eles que a motivaram a lançar sua biografia " Aprendizados - Minha Caminhada Para Uma Vida Com Mais Significados ". Além disso, a loira contou detalhes de momentos difíceis da sua carreira e vida íntima. 

Leia também: Gisele Bündchen desabafa sobre filho de Tom Brady com a ex

Durante entrevista no programa
Reprodução/TV Globo
Durante entrevista no programa "Conversa com Bial", Gisele Bündchen desabafa e fala sobre o arrependimento de ter colocado silicone


No início da entrevista com Bial,  Gisele Bündchen falou sobre sua rotina árdua de trabalho, momentos difícies longe da família, as críticas e recusas para testes, como também a crise de choro que teve ao descobrir que teria que cruzar uma passarela com os seios de fora no desfile de Alexander McQueen em 1998, quando tinha apenas 18 anos. "Ninguém sabia que eu estava chorando porque estava chovendo. Foi a minha salvação", fala. 

Em seu novo livro e também durante a entrevista, a loira falou sobre sua cirurgia após a maternidade para colocar silicone. "Eu olhei pra mim e falei: 'essa não sou eu sabe?!'. Foi um outro processo de me perdoar. Eu acho que quando nós não fazemos escolhas que não são pensadas, mas como uma aceitação de certa forma (para os outros), você quer ser aceita. Isso foi a grande lição desse processo, o aprendizado foi que eu jamais faria isso de novo", desabafou a modelo, que é casada com o jogador de futebol americano Tom Brady. 

Leia também: Acusada de recusar fotos com fãs, Gisele Bündchen ataca "mídia sensacionalista"

Gisele Bündchen conta como superou as crises de pânico

Gisele Bündchen fala sobre como superou as crises de síndrome de pânico
Reprodução/TV Globo
Gisele Bündchen fala sobre como superou as crises de síndrome de pânico

Mãe de dois filhos, Benjamin e Vivian, Gisele contou que a sua relação com a meditação, yoga e natureza, ajudaram a superar as crises de pânico quando tinha 23 anos.  "Nunca quis falar com meus pais ou com as pessoas. Achava que ninguém ia entender, que as pessoas pensavam que eu tinha tudo resolvido na vida", desabafa. 

"Nessa busca, encontrei a ioga. Uma professora me sugeriu uma técnica de respiração - que não é exercício, é uma filosofia", completa. 

Leia também: Gisele Bündchen anuncia biografia: "Animada para dividir com vocês o meu livro"

Gisele Bündchen contou que a ideia da sua biografia é fazer um mergulho profundo em seu passado e dividir seus aprendizados surgiu após pedidos de amigos para ajudar meninas "Queria dar um presente para as outras pessoas e acabou sendo um presente para mim", contou. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.