Tamanho do texto

O ator expôs a sua opinião em um vídeo dizendo que o momento é de união. Além de dizer que é preciso se posicionar perante os acontecimentos atuais

O ator Wagner Moura, conhecido por suas grandes atuações no filme "Tropa de Elite" (2007) e na série "Narcos" (2015 - 2016), se posicionou sobre o atual momento político do Brasil e as eleições 2018 . Segundo o ator, o vídeo era para quem discordava do seu posicionamento, mas que no momento precisava prezar pela democracia, não concordando com atitudes violentas. 

Leia também: Dez polêmicas envolvendo famosos nas eleições 2018

Wagner Moura fala sobre atual momento político do país: “Não é mais sobre esquerda e direita
Reprodução/Youtube
Wagner Moura fala sobre atual momento político do país: “Não é mais sobre esquerda e direita".


No início do vídeo, Wagner Moura falou sobre o seu pensamento de definição de democracia e como ela está sendo enfraquecida perante a polarização que o país está vivendo. 

"Esse vídeo é para você que discorda de mim, esse vídeo é para você que toda vez que me vê falando sobre política pensa: 'caramba, eu discordo de tudo que esse ator fala'. Eu tenho certeza que nesse momento da história, as nossas discordâncias são muito menores do que o que nos une", começou. 

Em continuidade: "Porque eu sei que você, que discorda de mim, você não é racista, não é homofóbico, não é à favor da cultura do estupro, não é à favor da destruição das leis de proteção a ecologia, eu sei que você não acha que a violência se combate com assassinatos, enfim, você que discorda de mim é um democrata, e você preza pela democracia. Porque esses valores que você tem dentro de você, eles se traduzem na palavra democracia, aliados a liberdade de expressão que faz com que você discorde de mim e que eu discorde de você". 

Leia também: Jogo com Bolsonaro tem como objetivo exterminar feministas, gays e negros

O ator também relembrou os recentes acontecimentos violentos. "E a liberdade de expressão, ela está ameaçada no Brasil, já agora de uma maneira vil, brutal, porque existe uma autorização tácita e simbólica ao uso da violência, do extermínio de opositores que cuminou com o assassinato de Moa do Katendê, com a suástica desenhada a canivete na barriga da menina que usava um adesivo, o espancamento de homosseuxais, enfim, o rompimento da placa de Marielle. Eu sei que os seus valores não absorvem esse tipo de atitude". 

Wagner Moura faz apelo a democracia

Segundo o ator, o seu posicionamento era um apelo para que as pessoas colocassem seus valores acima de qualquer coisa. 

"Então, esse é um apelo a esses seus valores, que você os coloque acima de qualquer coisa. Eu sou refratário a qualquer tipo de patrulha ideológica, mas esse é o momento para as pessoas se posicionarem. Esse é o momento na história, da qual eu vivi no Brasil em que as pessoas precisam se posicionar, eu acho que o momento é esse. Presidente Fernando Henrique Cardoso, o senhor precisa dá uma declaração à favor da democracia né. Ciro Gomes, você é um dos maiores democrátas, uma figura imensa, nós precisamos de você nessa reta final da campanha". 

Leia também: José de Abreu critica posicionamento político de Regina Duarte na web

Wagner Moura faz apelo a democracia e diz que é importante se posicionar perante o atual clima que o País está vivendo
Reprodução/Youtube
Wagner Moura faz apelo a democracia e diz que é importante se posicionar perante o atual clima que o País está vivendo

Por fim, disse que a exposição dói, mas é algo necessário, além de ressaltar que não é mais uma disputa política entre direita e esquerda. 

"Essa não é mais uma eleição em que o que está em jogo é uma disputa política, não é mais esquerda contra direita, agora é a civilização contra a barbárie. Eu sei que se expor dói, eu sei que se expor em um país polarizado como o Brasil agora é você abrir o flanco para as ameaças mais cruéis, covardes e tristes. No entando, é muito mais satisfatório a sensação de estar do lado certo da trincheira em um momento como esse. À todos, um grande abraço", finalizou Wagner Moura

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.