Tamanho do texto

Em uma publicação em sua rede social, Petra Gil lembrou quando foi vítima, de ataques disparados por Jair Bolsonaro no programa "CQC", em 2011

Preta Gil se pronunciou na tarde desta quinta-feira (27), em sua conta no Instagram, contra o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro . A cantora foi mais uma que apoiou o movimento # EleNão . “Sou ele não há 7 anos”, escreveu ela.

Leia também:Antonia Fontenelle critica famosos anti-Bolsonaro e pressão na web sobre Anitta

Preta Gil
Reprodução/Instagram
Preta Gil

Em uma publicação em sua rede social, Preta Gil lembrou quando foi vítima, de ataques disparados por Jair Bolsonaro no programa "CQC", em 2011. No vídeo, ainda é possível ver uma série de frases polêmicas ditas pelo candidato. 

Leia também:Após aderir ato contra Bolsonaro na web, Anitta cancela lançamento de clipe

Visualizar esta foto no Instagram.

Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros. Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém. Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas. Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas!!! PS: vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram... vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!!! #meuambienteélindo

Uma publicação compartilhada por Preta Gil 🎤 (@pretagil) em

“Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros”, começou Preta.

“Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém”, disse ela lembrando os ataques que sofreu.

A cantora que foi desafiada pro Anitta, ainda disse que não pretende desafiar niguém. “Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas”.

Ela também fez questão de deixar claro que o voto é livre, mas que as pessoas devem ter consciência do caráter da pessoa que pretende eleger. “Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas”.

Leia também: Chay Suede adere a campanha "Ele Não" e explica porque não votará em Bolsonaro

Preta Gil manda recado

Preta Gil
Iwi Onodera / Manuela Scarpa
Preta Gil

Ao final da publicação Preta ainda mandou um recado as pessoas que a criticaram. “Vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram... vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam”, finalizou a cantora.

Além de Preta Gil , as cantoras Ivete Sangalo e Claudinha Leite também foram desafiadas a fazer o vídeo sobre política por Anitta. Até  o momento nenhuma das duas se pronunciou. 

    Leia tudo sobre: Instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.